PROMOÇÃO REDE SKY

PROMOÇÃO REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

TEMPO EM JATAÚBA - PE

quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Série de capacitações sobre LGBTfobia tem início na Funase


Teve início, na terça (14), uma série de formações voltadas à conscientização sobre a LGBTfobia entre servidores da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), órgão da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ). A atividade, promovida por profissionais do Centro Estadual de Combate à Homofobia (CECH), ligado à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, deve se estender até janeiro de 2022, passando por unidades socioeducativas do Grande Recife.

 


A primeira formação prática foi direcionada a funcionários dos Centros de Internação Provisória (Cenip) Recife e Santa Luzia, no bairro do Bongi, na capital. A atividade, intitulada “Capacitação em Direitos Humanos LGBTQIA+ para o Sistema Socioeducativo”, abordou aspectos como orientação sexual, identidade de gênero e diversidade. Dezoito servidores estiveram presentes, entre agentes socioeducativos e profissionais técnicas. O encontro ocorreu na modalidade presencial, com público reduzido.

 

”É importante qualificar os profissionais que trabalham na socioeducação para atender e acolher esse público de forma preparada. Essas pessoas são sujeitos de direitos, e, entre eles, está o direito à orientação sexual e à identidade de gênero. É preciso respeito pelas individualidades e pela dignidade das pessoas”, ressaltou Cleonice Conde, coordenadora-geral do Cenip Recife.

 

Esta nova etapa da parceria com o CECH, que já havia realizado outros processos formativos para servidores da Funase em anos anteriores, foi retomada no mês passado, com uma formação virtual que reuniu cerca de 100 pessoas. Agora, durante as atividades práticas presenciais, as capacitações serão feitas por unidade, conforme calendário já estabelecido. A previsão é de que, em um momento posterior, profissionais do sistema socioeducativo que atuam no Interior também sejam atendidos pelas atividades.


Imagens: Divulgação

Blog do Alberto Barbosa




Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário