PROMOÇÃO REDE SKY

PROMOÇÃO REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

TEMPO EM JATAÚBA - PE

terça-feira, 18 de maio de 2021

PARAÍBA: Presidente da Câmara é detido após promover festa com aglomeração e desacatar policiais e dá sua versão

 



O presidente da Câmara do município de Cacimbas, José Arruda Cruz foi detido no último domingo (16), após promover uma festa com aglomeração. De acordo com informações, no local vereador se apresentou como responsável pelo evento.  

Os policiais solicitaram que ele encerrasse a festa, devido a aglomeração e o descumprimento das medidas sanitárias como a falta de uso de máscaras e sem distanciamento social. Ainda de acordo com os policiais, o vereador não cumpriu a ordem e disse que as pessoas permanecessem no local. Além disso, ele usou da força para repreender a PM.

José Arruda Cruz disse que estava comemorando o seu aniversário e avisou que iria fechar as portas da garagem, ligar o som do carro, e ficar dentro da residência dando continuidade ao evento com todas as pessoas reunidas. No entanto, a polícia informou que ele seria conduzido à delegacia, mas o vereador se voltou contra a equipe policial e foi preciso fazer o uso da força para tentar contê-lo.

O vereador, segundo a PM, tentou sacar a pistola de um policial, mas não conseguiu devido à trava de segurança, porém danificou o porta-algemas da capa de colete. A situação se agravou e os policiais usaram balas de borracha. Mesmo assim, as pessoas não desistiram de tentar livrar o vereador das mãos dos policiais que ainda estavam tentando contê-lo. 

Durante o tumulto, o vereador conseguiu fechar os portões da garagem e os policiais recuaram.

Quando tentou ir até a delegacia, segundo a PM, o vereador acabou perseguido e preso em flagrante, junto com outro homem que estava na festa. 

Os dois foram levados à delegacia de Policia Civil da cidade de Teixeira.



Vereador Presidente da Câmara dá sua versão dos fatos do ocorrido no último domingo (16).



O vereador José Arruda Cruz, que é presidente da Câmara de Cacimbas, entrou em contato com a redação do Teixeira1.com e contou a sua versão dos fatos, do casso ocorrido no último domingo dia 16, quando a PM encerrou uma festa de aniversário, onde o vereador acabou sendo detido.

De acordo com o vereador José Arrua, o mesmo se encontrava em sua residência na cidade de Desterro e não na suposta festa.

Segundo José Arruda, ele recebeu uma ligação informando que policiais haviam invadido a suposta feste e atirado no irmão, que é dono da garagem onde estava acontecendo a suposta festa.

Estava em Desterro na minha residência. Quando recebi uma ligação dizendo que os policiais tinham invadido a suposta festa e tinha atirado em meu irmão, o dono da garagem. Disse o vereador.

José Arruda informou que foi orientado pelo próprio sargento que comandava a guarnição a ir até a Delegacia com “Dery”, o mesmo afirmou que iria, mas em outro momento.

Segundo o vereador, ele e o sobrinho receberam voz de prisão na Comunidade de Aparecida. “Saindo do local, e chagando na comunidade de Aparecida meu sobrinho estava na casa de parentes de sua esposa para pegar ela e seus dois filhos menores, quando chega a guarnição da Polícia Militar e da voz de prisão a ele, ao intervir a favor de meu sobrinho também foi conduzido à delegacia”. Relatou o José Arruda.

O vereador afirma que tudo isso aconteceu por ele está vereador pelo PSDB, partido que derrotou a coligação do PSB, que administrava a cidade.


TEIXEIRA1.COM.BR

Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário