1° LUGAR REFERÊNCIA EM PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA - CARIRI EM AÇÃO

1° LUGAR REFERÊNCIA EM PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA - CARIRI EM AÇÃO
OBRIGADO JATAÚBA!

CAMPEONATO JATAUBENSE DE FUTEBOL DE CAMPO

CAMPEONATO JATAUBENSE DE FUTEBOL DE CAMPO
Click na imagem e acompanhe todos os resultados

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE SKY

REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

TEMPO EM JATAÚBA - PE

quarta-feira, 1 de maio de 2019

Michael Schumacher saiu do coma e respira sozinho, diz tabloide britânico


Aparentemente, boas notícias sobre a saúde de Michael Schumacher. Cinco anos depois de ter sofrido um acidente enquanto esquiava nos alpes franceses, o ex-piloto de Fórmula 1 está fora do coma e não respira mais com ajuda de aparelhos. As informações foram divulgadas pelo Daily Mail.
De acordo com a matéria, apesar das evoluções, Schumacher ainda precisa de cuidados intensivos de enfermagem, que giram na casa das 50 mil libras semanais, mais de 240 mil reais. Ao longo desta meia década, pouco foi noticiado sobre o estado de saúde do multicampeão alemão.
Corinna, esposa de Schumi, instaurou um esquema para garantir a privacidade e manter Schumacher distante dos olhos curiosos de jornalistas e fãs. Em novembro, o tabloide britânico Mirror acessou uma declaração da porta-voz da família do ex-piloto.
Jean Todt viveu os momentos mais importantes da carreira de Schumacher



Sabine Kehm falou sobre a falta de notícias. “De uma forma geral a imprensa nunca teve grande acesso à vida privada do Michael e da Corinna (esposa de Schumacher). Quando ele estava na Suíça, por exemplo, tornava-se óbvio que não queria ser incomodado. Uma vez, numa longa conversa me disse: ‘não precisa de me telefonar no próximo ano, vou desaparecer’. Acho que poder desaparecer um dia era o seu sonho secreto. É por isso que eu faço de tudo para que os seus desejos sejam cumpridos e não deixo que nada transpareça”.
Um dos poucos com acesso ao lar de Schumacher na Suíça é o atual presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). Jean Todt trabalhou com Michael por décadas na Ferrari. Recentemente, ele disse ter acompanhado o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 ao lado do heptacampeão mundial.

“Sou sempre muito cauteloso quando digo alguma coisa, mas é verdade que vi o GP Brasil na Suíça com o Michael Schumacher. Eu quase choro. Há fotos dele em todos os meus escritórios e apartamentos. O tempo com Michael sempre será lembrado como o melhor da minha vida. Nós nos amamos porque escrevemos uma história incrível juntos. Eu o visito pelo menos duas vezes por mês. Eu vejo Michael, eu amo Michael. Eu vejo sua família. Eu queria que a situação fosse diferente”, declarou ao jornal alemão Bild.

Choro e contemplação


Michael Schumacher mora em uma propriedade cercada de áreas verdes e belezas naturais em Gland, na Suíça. Em conversa com a revista francesa Paris Match, um membro da família do alemão revelou que Schumacher se emociona quando está em contato com a natureza.
“Quando colocamos na cadeira de rodas de frente para as montanhas e para o lago, por vezes o Michael chora”, contou uma das fontes.
Quem também falou sobre o assunto foi a revista alemã Bunte. A reportagem ouviu o arcebispo alemão Georg Gänswein. Segundo ele, o ex-piloto está em estado vegetativo, mas “sente as pessoas à sua volta”.
“Ele consegue sentir as pessoas ao redor dele. Sentei na frente dele, segurei as duas mãos e olhei para ele. Seu rosto é, como todos sabemos, o típico rosto de Michael Schumacher, só está um pouco mais cheio. Ele sente que pessoas amorosas estão ao seu redor, cuidando dele e, graças a Deus, afastando o público curioso demais. Uma pessoa doente precisa de discrição e compreensão”, declarou à revista.
Michael Schumacher bateu a cabeça em uma pedra, ficou em coma e precisou de uma série de cirurgias. O alemão completa 50 anos em 2019.

Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário