Promoção Magazine Luiza e Você

VESTIBULAR - INSCRIÇÕES ABERTAS

VESTIBULAR  - INSCRIÇÕES ABERTAS
FACULDADE DO CARIRI

PREVINA-SE!

PREVINA-SE!
NOSSO BLOG APOIA ESSA CAUSA

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA
1° FEIRÃO DO ANO

APOIO: REDE SKY

APOIO: REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

TEMPO EM JATAÚBA - PE

terça-feira, 11 de setembro de 2018

Tio da prefeita de Monteiro continua faturando alto na prefeitura e MP investiga


O Jornal Correio da última sexta-feira (07) destacou o escândalo na cidade de Monteiro que todo mundo já conhece.
Na coluna da jornalista Sony Lacerda, a matéria aponta o alto faturamento do tio da prefeita Anna Lorena na Prefeitura, e revela que o Ministério Público apura uma Ação Civil Pública (ACP) denunciando que a empresa é de fachada e pedindo a dissolução da mesma.
Veja o texto da matéria na íntegra:
Um tio da prefeita da cidade de Monteiro, Anna Lorena (PSDB), chamado Severino Carlos de Andrade Neto, vinha mamando nas tetas da gestão municipal até ser descoberto publicamente, recentemente. Biu da Rainha, como é conhecido o dono da empresa Rainha Empreendedorismo LTDA, abocanhou dois contratos que chegam a quase R$ 1 milhão, somente em 2017.
Um dos contratos firmados tem o valor de R$ 729,6 mil. O outro tem o valor de R$ 174 mil. O total exato é de R$ 903,6 mil para serviços que levantaram a suspeita de órgãos de fiscalização como o Ministério Público e, com certeza, será alvo de análise do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB).
O contrato foi renovado este ano e a empresa continua faturando por serviços variados, que vão da locação de carros de som ao pagamento da coleta de lixo da cidade de Monteiro. Esta mesma empresa, segundo foi apurado junto a fontes credenciadas da cidade, está na mira do Ministério Público da Paraíba e pode cair na malha do Ministério Público Federal (MPF).
O órgão estadual já teria constatado se tratar de uma empresa de fachada, criada apenas para angariar contratos fraudulentos com o poder público.
Por isso, o Ministério Público moveu um a ação civil pública que originou o processo de número 0800780- 39.2018.8.15.0241. Na ação, o MP pede a dissolução compulsória da empresa do tio de Anna Lorena.

PortalPB
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio