Promoção Magazine Luiza e Você

PREVINA-SE!

PREVINA-SE!
NOSSO BLOG APOIA ESSA CAUSA

ELEIÇÕES 2018 AO VIVO

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA
1° FEIRÃO DO ANO

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

APOIO: REDE SKY

APOIO: REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

TEMPO EM JATAÚBA - PE

terça-feira, 7 de agosto de 2018

A COMPETITIVIDADE DE BRUNO ARAÚJO PARA O SENADO


No exercício do seu terceiro mandato como deputado federal, sempre figurando entre os dez mais votados, Bruno Araújo decidiu entrar na sua primeira disputa majoritária. Foi o último dos principais candidatos a oficializar o seu nome por uma vaga de senador. Com apenas 46 anos, Bruno também tem no currículo dois mandatos de deputado estadual e a presidência da Assembleia Legislativa de Pernambuco com apenas 28 anos, sendo o mais jovem deputado a presidir aquela Casa.

De todos os postulantes ao Senado, é de longe o que mais exercita o poder de articulação e possui excelente trânsito entre os pares e principalmente entre os prefeitos pernambucanos. Bruno após oficializar sua postulação a senador já recebeu sinalização de diversos prefeitos de todas as regiões do estado, além disso teve um grande diferencial ao decidir não lançar nenhum candidato a deputado federal em seu lugar, dividindo suas bases entre os colegas que pudessem lhe apoiar.

No ministério das Cidades não fez qualquer distinção sobre os prefeitos, atendendo às demandas de todos aqueles que lhe procuraram. Apesar da boa passagem pelo ministério, Bruno deixa claro que sua vocação é para o legislativo, tendo condições de fazer no Senado um mandato destacado e garantindo a atenção de muitos políticos que por terem duas opções para a disputa, estão lhe garantindo pelo menos um voto.

Muita gente achava que Bruno Araújo estava entrando na disputa pelo Senado apenas para cumprir tabela, mas depois de alguns dias que consolidou sua candidatura, o sentimento geral é de que ele não somente disputará com chances de vitória como poderá acabar em primeiro lugar na disputa pelo Senado, pois é o voto híbrido mais diversificado da disputa, exercendo o papel que Carlos Wilson conseguiu na eleição de 1994, pois existem muitos prefeitos que são eleitores de Bruno e Jarbas, Bruno e Mendonça e até mesmo Bruno e Humberto em maior proporção do que as demais composições.

Bruno é de longe o senatoriável mais palatável aos prefeitos e deputados de todo o estado, pois nunca entrou em majoritárias para ter o desgaste de seus concorrentes, e poderá surpreender todos os prognósticos iniciais que lhe consideravam carta fora do baralho para vencer a eleição.



Edmar Lira



Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio