Promoção Magazine Luiza e Você

VESTIBULAR - INSCRIÇÕES ABERTAS

VESTIBULAR  - INSCRIÇÕES ABERTAS
FACULDADE DO CARIRI

PREVINA-SE!

PREVINA-SE!
NOSSO BLOG APOIA ESSA CAUSA

GRANDE FEIRÃO REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

GRANDE FEIRÃO REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA
PROMOÇÃO FEIRÃO

REDE SKY

REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

TEMPO EM JATAÚBA - PE

segunda-feira, 30 de julho de 2018

CÍRIO DE NAZARÉ 2018: CONFIRA!


Fotos: Rodrigo SIlva/ Portal Nazaré
Centenas de pessoas lotaram a Praça Santuário de Nazaré) para conhecer o cartaz oficial do Círio 2018. A peça traz ao centro a imagem da Virgem rodeada por elementos que remetem ao tema “Uma jovem chamada Maria”.
Em um momento de grande emoção, os fiéis puderam contemplar pela primeira vez aquela que é a peça mais importante na divulgação das festividades do Círio: o cartaz oficial, que até o período da festividade estará espalhado pelas casas, instituições, prédios públicos e escolas da região metropolitana e até pelo interior do Estado.
O Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, destacou o caráter evangelizador do cartaz. “Nós temos a certeza de que este é um instrumento de comunicação preciosíssimo. Hoje começa, mais uma vez, uma bonita caminhada do Círio de Nazaré”, disse.
A fotografia utilizada na composição do cartaz é de Hely Pamplona, que falou da emoção de ter o seu trabalho escolhido para a peça: “foi um privilégio muito grande receber esse convite. Eu peço que Deus possa levar, através dos cartazes, paz e prosperidade, muita saúde e bênçãos a todas as famílias”, afirmou o fotógrafo.

Após a cerimônia, os Guardas de Nazaré distribuíram dois cartazes para cada pessoa, iniciando assim, a divulgação da grande Festa da Rainha da Amazônia.
Confira no texto do Padre Luiz Carlos Nunes Gonçalves, Reitor da Basílica Santuário e Presidente da Diretoria da Festa de Nazaré, a descrição detalhada do cartaz oficial do Círio 2018, cujo tema é “Uma jovem chamada Maria”:
"O cartaz alusivo a 228ª edição do Círio de Nazaré que este ano traz como tema: “Uma jovem chamada Maria”, apresenta-se mais uma vez como importante ícone representativo da grande festa que homenageia a Rainha da Amazônia. O cartaz é também um meio de evangelização, seguindo o preceito principal do Círio como momento especial de levar a Palavra de Deus aos irmãos. Os elementos que compõem a peça foram pensados de forma a traduzir por meio da linguagem visual as mensagens propostas, tendo tradicionalmente a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré como destaque principal, uma forma de demonstrar a realeza da Mãe de Jesus, motivo pelo qual a festa acontece desde 1793.
As ondas:
As ondas marrons que aparecem no rodapé da peça representam as águas dos nossos rios, que identificam nossa origem, proporcionando vida e movimento. Os rios representam, ainda, o caminho por onde passa a cortejo de fé, na Romaria Fluvial.
A água é fonte de vida. O Brasil tem 12% da reserva de água doce do mundo e mais de 70% dessa reserva hídrica se encontra na Amazônia. Eis então a responsabilidade que temos em preservar esse bem natural insubstituível para o ser humano! Um dom de Deus a nós confiado. O cuidado com o meio ambiente é dever e responsabilidade de todo cristão e faz parte da sua missão.
As borboletas:
Presentes nas laterais do cartaz, elas sinalizam a transformação de Maria jovem em Maria mulher, mãe. A Virgem Maria era uma moça judia, que esperava com todo o coração a redenção do seu povo. Mas naquele coração de jovem filha de Israel havia um segredo que ela mesma ainda não conhecia: por desígnio do amor de Deus estava destinada a tornar-se a Mãe do Redentor. Na Anunciação, o Mensageiro de Deus chama-a “cheia de graça” e lhe revela este projeto. Maria responde “sim” e daquele momento a fé de Maria recebe uma luz nova: concentra-se em Jesus, o Filho de Deus que dela se fez carne e no qual se cumprem as promessas de toda a história da Salvação.
O lírio é Maria:
No hino mais cantado e mais emocionante em homenagem a Virgem de Nazaré, dizemos: “Vós sois o lírio mimoso, do mais suave perfume…”. Maria é reconhecida como “O Lírio Branco da Trindade”, pois participou mais do que ninguém das virtudes divinas, as quais jamais manchou com o menor resquício de pecado. Em uma aparição, particular Nossa Senhora revelou-se na forma de um magnífico lírio de grande brancura. A folha erguida representava a onipotência do Pai e as duas inclinadas significavam a sabedoria do Filho e a bondade do Espírito Santo, virtudes que a Santíssima Virgem possui em grau eminente.
As rosas:
As rosas ao redor da Imagem Peregrina representam todos nós que em torno dela vivemos e com ela nos unimos. Maria é a Mãe da Igreja! Em torno dela nos reunimos como filhos. “Como na família humana, a igreja-família é gerada ao redor de uma mãe, que confere a ‘alma’ e ternura a convivência familiar” (Documento de Aparecida, 268). Maria nos ensina um jeito de sermos comunidade. Ela nos congrega e aponta para o seu Filho: “Fazei tudo o que Ele vos disser” (Jo 2,5). Uma comunidade cristã será sempre uma comunidade que celebra a Eucaristia: , portanto, uma comunidade Eucarística e Mariana.
Silhueta da Catedral:
A silhueta estilizada da Catedral de Belém (em amarelo) lembra o encontro de Maria com seus fiéis. “Maria nos ensina a estar sempre unidos a Jesus! Ela sempre foi uma mulher comum no meio de seu povo: rezava, trabalhava, ia à sinagoga. Porém, todas as suas ações eram realizadas sempre em união perfeita com Jesus e com a vontade do Pai” (Papa Francisco).
Maria é imagem e modelo da Igreja como ensina o Documento do Concílio do Vaticano II, que diz: “Como Santo Ambrósio ensinava, a Mãe de Deus é a figura da Igreja na ordem da fé, da caridade e da perfeita união com Cristo”. (Lumen Gentium/Luz dos Povos)"

Portal Nazaré

Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio