Promoção Magazine Luiza e Você

VESTIBULAR - INSCRIÇÕES ABERTAS

VESTIBULAR  - INSCRIÇÕES ABERTAS
FACULDADE DO CARIRI

PREVINA-SE!

PREVINA-SE!
NOSSO BLOG APOIA ESSA CAUSA

GRANDE FEIRÃO REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

GRANDE FEIRÃO REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA
PROMOÇÃO FEIRÃO

REDE SKY

REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

TEMPO EM JATAÚBA - PE

quinta-feira, 14 de junho de 2018

NIA, CANIL E GATI APREENDERAM APROXIMADAMENTE 15 QUILOS DE MACONHA EM CARUARU






Através de levantamento realizado pelo Sargento “Lobo Solitário” e do “Soldado Rottweiler” do NIA (Núcleo de Inteligência do Agreste), no início da tarde desta quinta-feira (14), foram acionados os soldados Belarmino, Garcia, Ulisses José e Everto Costa, além do cão Ninja “A Lenda” do Canil do 1º BIEsp e do Sargento Romário e dos soldados Aelson, Morgana, Albuquerque, Lima, Melo Junior e Dinilson do GATI do 4º BPM, que foram ao Posto Agamenom, na zona rural de Caruaru, onde prenderam, Luciana Medeiros Alves da Silva, de 34 anos, que mora no Posto Agamenom e Pedro Ferreira de Assunção, vulgo “Pepeu” de 28 anos, residente no bairro Acauã. Em Santa Cruz do Capibaribe e ainda apreenderam os dois filhos da Luciana que são menores e na ação encontraram aproximadamente 15 quilos de maconha e um pó branco análogo a cocaína.

O “Pepeu” disse que negociou a droga com a Luciana, que acertou com ela via aplicativo WhatsApp seis quilos de maconha pelo valor de R$ 3 mil, que já teria pago o valor a ela e quando veio de Santa Cruz para buscar a mercadoria pegou o mototaxi no centro da cidade e solicitou a corrida ao Posto Agamenom, acertando que pagaria 10 reais pela corrida e quando estava pegando a droga foi surpreendido com a aparição do policiamento  que o prendeu, prendeu a Luciana e apreendeu os dois filhos dela que participavam efetivamente do tráfico.

Como foi encontrado um frasco de um pó branco que parece ser cocaína, a ocorrência foi apresentada na Delegacia da Polícia Federal para que essa substância possa ser testada e a PF dispõe desses testes na própria delegacia. Todo o material e os suspeitos foram apresentados na delegacia para que os procedimentos sejam adotados.



Adielson Galvão




Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio