Promoção Magazine Luiza e Você

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA
1° FEIRÃO DO ANO

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

APOIO: REDE SKY

APOIO: REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

TEMPO EM JATAÚBA - PE

terça-feira, 19 de junho de 2018

Com um a menos desde o 1ºT, Náutico vence o Santa Cruz no Arruda e renasce na Série C


Em um clássico pobre tecnicamente, o Náutico ao menos soube ser mais eficiente, tanto na defesa, quanto no ataque. Atuando com um jogador a menos durante a maior parte da partida, após o atacante Ortigoza ser expulso aos 23 minutos do primeiro tempo, o Timbu se segurou na defesa e foi fatal na única chance clara que teve para vencer o Santa Cruz por 1 a 0, no Arruda, e entrar de vez na briga por uma vaga nas quartas de final da Série C.

Com o resultado, os alvirrubros chega a 5ª colocação, com 13 pontos, apenas um a menos que o próprio Santa Cruz, que permanece na 4ª colocação. Porém, nas próximas duas rodadas os corais visitam o líder Atlético-AC, em Rio Branco, e o ABC, em Natal, enquanto o Náutico recebe em sequência Botafogo-PB e Atlético-AC, na Arena de Pernambuco.
 
Essa também foi a primeira vitória do Náutico fora de casa nesta Série C. Enquanto o Santa, que foi castigado pela ineficiência ofensiva, tropeça pela primeira vez no Arruda sob a batuta do ex-alvirrubro Roberto Fernandes.

Segundo tempo

No retorno para a etapa final, Márcio Goiano tentou devolver um pouco de força ofensiva ao Náutico com a entrada de Wallace Pernambucano na vaga de Dudu. Porém, o segundo tempo seguiu como terminou o primeiro, com Jaílson sendo o jogador mais perigoso em campo. Aos quatro minutos, Roberto Fernandes foi obrigado a queimar a segunda substituição ao colocar o volante Charles na vaga de Carlinhos Paraíba, machucado.

A alteração, no entanto, não mudou o cenário do clássico, com o Santa com mais posse de bola e ocupando o campo de ataque, enquanto os alvirrubros se fechavam à espera de um contra-ataque salvador. Aos 22, Bruno, o melhor jogador do Náutico em campo, fez outra boa defesa em chute de Allan Vieira. No rebote, Leandro Costa não aproveitou.

Porém, aos 26 minutos, o Timbu soube ser fatal. Contando com uma grande ajuda do goleiro Tiago Machowski, que saiu mal para cortar um cruzamento de Robinho e deixou a bola nos pés de Wallace Pernambucano, que só empurrou para as redes, abrindo o marcador no Arruda. Dez minutos depois, o meia deixou o campo lesionado para a estreia de Júnior Lemos, enquanto Camacho herdou a vaga de Rafael Ribeiro, também lesionado.

Com fôlego renovado para os minutos finais, o Náutico foi eficiente para segurar a vitória, enquanto os corais ficam com a lição de que volume de jogo sem precisão nas finalizações não serve de nada. 

Ficha do jogo

Santa Cruz 0
Tiago Machowski; Maílson, Sandoval (Danny Morais), Augusto Silva e Allan Vieira; Carlinhos Paraíba (Charles), Arthur Rezende, Jaílson (Jeremias); Robinho, Fabinho Alves e Leandro Costa. Técnico: Roberto Fernandes.  

Náutico 1
Bruno; Bryan, Rafael Ribeiro (Camacho), Suéliton e Assis; Josa, Luiz Henrique, Dudu (Wallace Pernambucano) (Júnior Lemos) e Lelê; Robinho e Ortigoza. Técnico: Márcio Goiano.

Local: Arruda
Árbitro: Edmar Campos Encarnação (AM).
Assistentes: Marcos Santos Vieira e Uesclei Regison Pereira dos Santos (ambos do AM)
Gol: Wallace Pernambucano (26’ do 2ºT) (N).
Cartão vermelho: Ortigoza (23’ do 1ºT) (N).
Cartões amarelos: Ortigoza, Bruno, Dudu (N), Sandoval, Arthur Rezende, Mailton (SC).
Público: 6.505.
Renda: R$ 50.790,00.


Fotos: Paulo Paiva/DP
Diário de Pernambuco




Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio