1° LUGAR REFERÊNCIA EM PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA - CARIRI EM AÇÃO

1° LUGAR REFERÊNCIA EM PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA - CARIRI EM AÇÃO
OBRIGADO JATAÚBA!

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE SKY

REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

TEMPO EM JATAÚBA - PE

sexta-feira, 4 de maio de 2018

DELEGADO ANDERSON LIBERATO FALA DAS INVESTIGAÇÕES DO CASO PETRÔNIO - FILHO DE DR. ISRAEL “JAPONÊS" MORTO ESSA SEMANA EM CARUARU-PE



Foi assassinado a tiros na noite da última segunda-feira (30), num estrada carrocável no Sítio Serra Verde, na zona rural de Caruaru, o empresário, Petrônio Alves da Silva Neto, que era conhecido por “Toninho” ou “Petrônio” de 36 anos que era proprietário de uma pizzaria e temakeria, além de uma loja de conveniências e um lava jato.

O delegado do caso Dr. Anderson Liberato, disse que todas as hipóteses estão sendo investigadas, inclusive de crime passional, pois o empresário foi visto pela última vez por volta das 8 horas da noite nas imediações dos seus empreendimentos e alguma mulher pode ter ido buscá-lo para irem ao motel, mas a hipótese de crime motivado por vingança também está sendo analisada.  

O delegado destacou que além do Disque-Denúncia Agreste (81) 3719-4545, quem souber de algo pode mandar denuncias pelo Whatsapp da Divisão de Homicídios (81) 9 9488-7042 e em ambos canais o denunciante terá garantia do anonimato.

Relembre o caso abaixo:

Petrônio, era filho do Dr. Israel, que por muitos anos, trabalhou no Hospital Municipal de Jataúba-PE. Era bastante conhecido.   





Na tarde da última terça-feira (01) foi identificado no IML, o corpo do homem que foi assassinado na noite desta segunda-feira (30), numa estrada carroçável no Sítio Serra Verde, na zona rural de Caruaru. Petrônio Alves da Silva Neto, que era conhecido como “Toninho” ou “Japonês” tinha 36 anos, era empresário e foi morto com vários tiros de pistola.

Ele era ex-presidiário, mas há alguns anos estava vivendo do comércio, inicialmente abriu uma locadora de veículos, depois abriu uma revenda de carros usados e atualmente estava com uma pizzaria, restaurante e temakeria e possuía ainda uma loja de conveniências e um lava jato.

Familiares disseram que não tem nenhum suspeito do crime e ele deixou quatro filhos. O corpo está sendo velado no velório do Cemitério Parque dos Arcos e será sepultado as 4 horas da tarde neste cemitério.


Blog do Adielson Galvão
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário