Promoção Magazine Luiza e Você

VESTIBULAR - INSCRIÇÕES ABERTAS

VESTIBULAR  - INSCRIÇÕES ABERTAS
FACULDADE DO CARIRI

PREVINA-SE!

PREVINA-SE!
NOSSO BLOG APOIA ESSA CAUSA

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA
1° FEIRÃO DO ANO

APOIO: REDE SKY

APOIO: REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

TEMPO EM JATAÚBA - PE

quarta-feira, 30 de maio de 2018

BANDIDOS EXPLODEM AGÊNCIA BANCÁRIA E CORREIOS, EM OURO VELHO, CARIRI PARAIBANO


Uma agência bancária e outra dos Correios foram arrombadas na madrugada desta quarta-feira (30) na cidade de Ouro Velho, no Cariri paraibano.
De acordo com a Polícia Militar,, um grupo formado por oito homens chegou fortemente armado na cidade e explodiu o correspondente bancário. Em seguida, os suspeitos atacaram a agência dos Correios da cidade.
Depois da ação, a quadrilha fugiu em direção a São José do Egito, em Pernambuco. Ainda não há informações se os bandidos conseguiram levar alguma quantia de dinheiro.
Com esses dois ataques, a Paraíba chega ao "Record Mundial de 806" de Agências Bancárias, Correios, Caixas eletrônicos e ou Correspondentes Bancários 'Explodidos.' Em menos de oito anos do governo Coutinho.
Imagens: Hora1 PB
Cariri em Ação
Compartilhar:

JUSTIÇA DETERMINA DESBLOQUEIO DO ACESSO AO PORTO DE SUAPE, TROPA DE CHOQUE CUMPRE MANDATO E LIBERA CAMINHÕES TANQUES QUE ESTÃO ABASTECENDO COM DESTINO PARA O INTERIOR E DIVERSOS ESTADOS DO NORDESTE

Avenida Portuária, onde havia ponto de bloqueio parcial de caminhoneiros fora liberada pela Polícia Militar de Pernambuco, na madrugada desta quarta-feira (30) (Foto: Reprodução/TV Globo


Batalhão de Choque permanece monitorando Avenida Portuária. Caminhões seguem estacionados às margens da BR-101, em Jaboatão. Avenida Portuária, onde havia ponto de bloqueio parcial de caminhoneiros fora liberada pela Polícia Militar de Pernambuco, na madrugada desta quarta-feira (30).
Foto: Paulo Paiva/DP (Foto: Paulo Paiva/DP)
Foto: Paulo Paiva/DP

Os pontos onde eram feitos bloqueios de caminhões ao Porto de Suape, na Avenida Portuária, foram liberados nesta quarta-feira (30), após ação da Polícia Militar. Com o acesso liberado ao Porto de Suape, caminhões com cargas circulam livremente e sem escolta. Entretanto, ainda há caminhoneiros com veículos estacionados às margens da BR-101, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife.


Policiais do Batalhão de Choque seguem monitorando a Avenida Portuária para evitar retorno de manifestantes. Apesar de mais caminhões conseguirem entrar e sair do Porto, a situação do abastecimento de combustível para a população não foi normalizada. A manhã é de longas filas nos postos de combustíveis de toda a Região Metropolitana. A situação dos ônibus voltou ao habitual.
A Polícia Militar permanece nas rodovias para retirada de últimos caminhões estacionados, após liberação de bloqueios de caminhoneiros (Foto: Reprodução/TV Globo)



A retirada dos caminhões da BR-101, na altura da fábrica da Vitarella, é o próximo passo do governo. Segundo o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), uma reunião com o Exército Brasileiro e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) acontece nesta quarta para definir a liberação.



Operação em Suape

A retirada dos caminhões da Avenida Portuária aconteceu após uma operação da Polícia Militar de Pernambuco. A operação aconteceu por volta das 2h40, um dia depois que a Justiça Federal expediu uma notificação para que os caminhoneiros liberassem imediatamente pontos de bloqueios nas vias do Grande Recife.

Segundo o tenente-coronel da Polícia Militar Ely Jobson, comandante da ação, durante a desocupação da Avenida Portuária, não houve resistência entre os manifestantes. “Chegamos de forma rápida, surpreendendo os manifestantes que estavam no local. Não houve qualquer resistência e eles desobstruíram a via, permitindo a entrada de vários veículos”, afirmou o coronel.

Fotos: Arnaldo Carvalho/JC Imagem

A Polícia Militar permanece nas rodovias para retirada de últimos caminhões estacionados, após liberação de bloqueios de caminhoneiros

Com a liberação total do ponto de acesso ao Porto de Suape, cerca de 1000 caminhões devem deixar o local com mantimentos para a Região Metropolitana do Recife e interior do estado, segundo Paulo Câmara. “No melhor dia, tivemos entre 80 e 100 caminhões. Hoje, temos condição de fazer isso vezes 10. Até mil caminhões podem sair. Estamos com caminhões de gás sendo abastecidos”, afirmou o governador.

O governo ainda não tem dados atualizados sobre a quantidade de bloqueios nas estradas do estado. Um levantamento deve ser feito na manhã desta quarta-feira (30). Até a noite da terça, eram registrados 21 bloqueios parciais em rodovias estaduais e federais. 

Desde o dia 20 de maio, segundo o Sindicumbustíveis-PE, os postos deixaram de ser plenamente abastecidos por conta da greve dos caminhoneiros, que bloquearam a entrada e saída da área de armazenamento do Porto de Suape.

O Porto de Suape recebe combustível de outros países, estados brasileiros e da Refinaria Abreu e Lima. Segundo a entidade, é de Suape que sai diesel e gasolina para o norte da Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí.




Fonte: G1/DP







Compartilhar:

TRF3 restabelece direito de Lula a assessores e seguranças

Resultado de imagem para lula

Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) atendeu nesta terça-feira 29 ao pedido formulado pelos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e restabeleceu o direito do petista a ter quatro seguranças, dois motoristas e dois assessores pagos pela União. Essas prerrogativas estão previstas na Lei 7.474/86 e vale para todos os ex-presidentes da República.

Segundo o veredicto do TRF3, ”aos ex-presidentes da República são conferidos direitos e prerrogativas, e não benesses, decorrentes do exercício do mais alto cargo da República e que não encontram nenhuma limitação legal”. A decisão desta tarde foi proferida pelo desembargador federal André Nabarrete Neto e suspendeu os efeitos da decisão do dia 16 de maio, do juiz Haroldo Nader, da 6ª Vara Federal de Campinas.

Na ocasião, o magistrado acolheu as alegações de uma ação popular movida por um representante do Movimento Brasil Livre (MBL), que alegava não haver razão para o petista contar com os benefícios estando, desde o dia 7 de abril, preso na carceragem da Polícia Federal em Curitiba, em razão de processo da Operação Lava Jato. Para Nader, apesar de a condenação em primeira e segunda instância do petista não afetar essa possibilidade prevista em lei, a Constituição também prevê a suspensão de atos com custos para o patrimônio da União em caso de “inexistência dos motivos” que os justificaram inicialmente.


VEJA.COM
Compartilhar:

Petroleiros desafiam Justiça do Trabalho e iniciam greve em refinarias

Petrobras

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) informou, via redes sociais, que a greve da categoria começa nesta quarta-feira, 30, apesar de o Tribunal Superior do Trabalho (TST) ter considerado o movimento ilegal na véspera. “Não vamos arregar para a Justiça do Trabalho”, disse o coordenador geral da FUP, José Maria Rangel, em vídeo distribuído pela entidade. “A greve está mantida.”

Comunicado da FUP publicado pouco depois da 1h relata que os funcionários “não entraram para trabalhar” em oito refinarias de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Amazonas, Pernambuco. Também há paralisação, segundo a entidade, nos terminais de Suape (PE) e Paranaguá (PR).

Os petroleiros decidiram parar as atividades por 72 horas em solidariedade ao movimento dos caminhoneiros e para pedir a destituição de Pedro Parente do comando da estatal, entre outras reivindicações.

O TST tomou a decisão de declarar ilegal a greve por causa de sua “natureza político-ideológica”. O tribunal estipulou multa de R$ 500 mil em caso de descumprimento da ordem.

Nota!  
Não basta apenas estipular multa aos baderneiros, tem que cassar o registros dessas organizações criminosas, que se disfarçam em 'sindicatos.' Simples!  


VEJA.COM
Compartilhar:

GRAVE: Mais de 80% dos pacientes com câncer não estão conseguindo chegar ao HUOC, por causa da paralisação dos caminhoneiros

Hospital Universitário Oswaldo Cruz

desabastecimento de combustíveis vem atingindo em cheio os tratamentos médicos em várias unidades do Recife. O problema não está na falta de insumos hospitalares, nem de medicamentos, mas no transporte de muitos pacientes que não têm conseguido transporte para chegar às unidades. A situação ainda é pior para aqueles que moram no Interior. No Centro de Oncologia (Ceon) do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC), localizado no bairro de Santo Amaro, na área central do Capital, mais de 80% dos pacientes vem faltando ao ambulatório desde a segunda-feira (28) para a realização de consultas, exames e quimioterapia. O que deve agravar a situação da doença.

Encontrou dificuldades para chegar a hospitais? Manda informações e fotos para o WhatsApp do Portal FolhaPE, no (81) 9.8187-9290.

“O fluxo ainda está bem reduzido. No ambulatório de oncologia circulam, em média, 300 pessoas numa segunda-feira típica, mas nesta segunda tivemos cerca de 50 apenas”, contabilizou a gestora do Ceon, Cristiana Tavares. Segundo ela, a grande maioria dos pacientes é de regiões fora da RMR e dependem de ônibus e carros para chegar até o serviço. A médica reforçou que todos os estoques do Ceon estão completos. No Hospital das Clínicas (HC), ligado à Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), o percentual de falta dos pacientes também é alto: 70% dos homens e mulheres atendidos lá não compareceram nos últimos dias.

Em nota, o HC informou que os ambulatórios estão mantendo as consultas já agendadas, conforme disponibilidade de cada clínica. Durante esse período de desabastecimento de combustíveis, as internações estão sendo realizadas respeitando os casos graves ou aqueles que podem ter evolução negativa para a saúde do paciente, como as cirurgias oncológicas, as urgências e emergências da Maternidade de Gravidez de Alto Risco, entre outros. 

As cirurgias no HC são realizadas respeitando a lista de prioridades de cada chefia de clínica e verificando a disponibilidade da Unidade de Processamento de Materiais Esterilizados e de suprimentos do dia. Cada chefia de clínica está priorizando as altas possíveis de pessoas internadas, cabendo ao hospital o compromisso de fornecer a medicação para que o paciente faça o uso em casa, quando for o caso. Quanto a suprimentos e insumos, o HC está abastecido e segue monitorando dia a dia os seus estoques.



Folha PE
Compartilhar:

Dois padrastos e dois outros homens são presos por estuprar meninas em São Lourenço-PE


Quatro suspeitos de estuprar meninas com até 12 anos de idade foram presos em São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife. O mais velho deles, com 63 anos, era padrasto da vítima - com 11 anos na época dos abusos. A criança chegou a ficar grávida e a ter o bebê. Nenhum dos quatro caso tem ligação entre si. “A mãe da menina percebeu que ela estava um pouco barrigudinha. Ela até negou um pouco, mas depois disse o que aconteceu. Isso ocorreu no fim de 2017”, conta o delegado de São Lourenço da Mata, Diogo Santiago. Estima-se que a criança tinha entre 5 e 6 meses de gravidez na época da denúncia.

O idoso de 63 anos não foi o único padrasto a ser preso. Um outro homem de 40 anos de idade estuprou a enteada de 9 anos de idade. A criança narrou para a mãe ter sido vítima de atos libidinosos. Em ambos os casos, as mães das vítimas se separaram dos agressores. “Infelizmente, é um crime muito difícil de ser identificado pela confiança que existe da mãe no companheiro e do medo que a vítima tem do agressor. Por isso, é importante denunciar”, complementa o delegado.
Delegado Diogo Santiago
Delegado Diogo SantiagoFoto: divulgação/Polícia Civil

Um terceiro homem de 20 anos de idade, que também responde por tráfico, é suspeito de estuprar uma menina de 10 anos de idade no fim do ano passado. Ele era vizinho da família da vítima. A criança foi encontrada por familiares, na companhia do suspeito, aparentando estar drogada, no centro da cidade. Ela foi levada para casa, onde contou que foi drogada e violentada em um terreno baldio. A identidade de nenhum desses homens foi divulgada para preservar as vítimas. Todos eles foram presos por estupro de vulnerável.

O último homem preso é Aldemberg Felipe do Nascimento, 38 anos, conhecido como 'Berg'. Segundo a Polícia Civil, neste ano, ele abordou uma adolescente de 14 anos nas proximidades do viaduto de São Lourenço da Mata. A menina voltava de uma lanchonete que tinha ido após o colégio. O estupro foi consumado em um terreno baldio. Outra vítima - dessa vez com 12 anos, foi identificada pelo mesmo modus operandi e reconheceu o suspeito como autor do estupro. Aldemberg foi preso preventivamente por estupro qualificado. Ainda de acordo com a Polícia Civil, ele possui antecedentes criminais e já foi condenado por atentado violento ao pudor. Ele possui uma tatuagem de um palhaço no tronco que pode ajudar a identificar outras vítimas. Todos eles estão presos no Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel).

Segundo o delegado Diogo Santiago, três dos quatro suspeitos tentaram culpabilizar as crianças, direta ou indiretamente, enquanto um deles negou. “Alguns chegaram a dizer que elas se insinuaram outros que a mãe estava com raiva e fez a cabeça da menina contra ele. Um deles nega até a morte e diz que estão querendo prejudicá-lo. Mas isso não importa, o que importa é que a culpa nunca é da vítima”, afirmou o delegado.

Estatísticas
Segundo dados da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco, de janeiro até abril deste ano, foram registrados 199 casos de estupros contra crianças 0 a 11 anos no Estado. No mesmo período de 2017, esse número foi de 215. Em 2016, foram 717 e em 2017, 632.


Folha PE
Compartilhar:

terça-feira, 29 de maio de 2018

ELEMENTOS QUE ARROMBARAM COLÉGIO PÚBLICO EM BARRA DE GUABIRABA FORAM PRESOS PELA PM




Um colégio público foi arrombado na madrugada desta segunda-feira (28) em Barra de Guabiraba e ao tomar conhecimento do caso a Polícia Militar realizou diversas incursões e durante o dia conseguiu identificar e prender, Janailson Bezerra da Silva, vulgo “Neném” de 18 anos e o primo, Everton Bernardo da Silva, vulgo “Boca Nua”, também de 18 anos e com eles apreenderam 4 TVs e dois roteadores que eles subtraíram do colégio.

Os elementos foram levados a delegacia local, onde foram autuados em flagrante por furto qualificado, foram trazidos a Caruaru para pernoitar na carceragem e amanhã serão apresentados na audiência de custódia.




Adielson Galvão
Compartilhar:

POLÍCIA CIVIL DESCOBRE CLÍNICA VETERINÁRIA CLANDESTINA E PRENDE O PROPRIETÁRIO EM CARUARU




 




A 90ª Circunscrição Policial (3ª Delegacia da Polícia Civil em Caruaru), desativou uma clínica veterinária clandestina que funcionava no bairro Maurício de Nassau, área nobre da cidade. A ação ocorreu na manhã desta segunda-feira (28). O dono da casa, identificado como Desio Valença Júnior, que se apresentava como Dr. Desio, de 45 anos, que atuava como falso médico veterinário, foi preso em flagrante.

O delegado que comandou a operação, Dr. Thiago Henrique, informou que no local foram apreendidos medicamentos de uso proscrito, todos sem receita, incluindo anestésicos e anabolizantes com venda controlada. Cinco cobras da espécie Corn Snake também foram apreendidas na casa e encaminhadas ao Cipoma. A autoridade destacou que o imputado já vinha sendo investigado havia dois meses pela sua equipe e pela Polícia Federal;

O falso veterinário, que realizava cirurgias na clínica clandestina, foi autuado por tráfico de drogas, crime contra a saúde pública, crime contra a fauna e exercício ilegal da profissão e amanhã será apresentado na audiência de custódia.

Além do delegado Dr. Thiago Henrique, participaram da operação as escrivãs Raquel Florêncio e Niedja Queiroz, os comissários Senival Marcos e Lúcio Kléber e os agentes Rodrigo Miranda, Diego Santos e Tiago Euzébio.



Blog do Adielson Galvão
Compartilhar:

Prefeitura Municipal de Jataúba decreta situação de emergência devido a greve dos caminhoneiros

Resultado de imagem para prefeitura de Jatauba
O prefeito Antônio de Roque, decretou situação de emergência no município de Jataúba, devido a falta de combustível, o decreto foi assinado na tarde de segunda-feira e através do mesmo a prefeitura espera uma liminar da justiça para garantir o abastecimento da frota de veículos da prefeitura visando a manutenção de serviços básicos como, por exemplo, à área de saúde.

Este decreto vem com o prazo de 30 dias para nosso município, podendo se estender caso a greve não seja encerrada. 

Irão ficar suspensos os seguintes serviços: Aulas da rede municipal de ensinos, PSF’s da Zona Rural, Transporte do Tratamento Fora Domicilio (TFD), Transportes Universitários e Viagens Administrativas e Manutenções de Estradas Vicinais


Ficarão mantidos os seguintes serviços essências de saúdes como, Ambulâncias, Transporte do Tratamento Fora Domicilio (TFD) hemodiálises/Caruaru e Serviços de Atendimento Móvel de Urgência-SAMU

[


Com Informações: ASCOM

Blog do Alberto Barbosa
Compartilhar:

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Petrobras anuncia redução de 2,8% no preço da gasolina, é o 5º corte consecutivo: Veja gráfico


Petrobras anunciou nesta segunda-feira (28) um novo reajuste no preço da gasolina nas refinarias. O preço do litro da gasolina cairá 2,84% a partir desta terça-feira (29), passando de R$ 2,0096 para R$ 1,9526.

Já o preço do diesel segue congelado em R$ 2,1016, conforme anteriormente anunciado devido a um acordo da estatal com o governo brasileiro em meio à greve de caminhoneiros.

Trata-se do 5º corte consecutivo. Na sexta passada, a empresa tinha reduzido em 0,31% o valor da gasolina, diminuição que seria válida a partir desta segunda. Em maio, já foram anunciadas 12 altas e 6 quedas no preço da gasolina. Veja tabela abaixo:

tggg


Apesar do novo anúncio de redução no preço da gasolina nas refinarias, o repasse do corte para o valor pago pelos consumidores nas bombas depende dos donos dos postos e pode demorar a chegar, uma vez que os protestos de caminhoneiros continua afetando a distribuição e o abastecimento no país, mesmo após anúncio do governo federal de novas medidas para por fim à paralisação.

A Petrobras adotou novo formato na política de ajuste de preços em 3 de julho do ano passado. Segundo a nova metodologia, os reajustes acontecem com maior frequência, inclusive diariamente, refletindo as variações do petróleo e derivados no mercado internacional, e também do dólar.

Desde julho, o preço da gasolina comercializado nas refinarias acumula alta de 48,61% e o do diesel, valorização de 55,09%, segundo o Valor Online.

Diesel terá reajuste mensal após redução de preços por 60 dias.

A Petrobras anunciou na semana passada que o preço do diesel comercializado em suas refinarias ficará inalterada por 15 dias, até 7 de junho. "Após essa data, será aplicado o novo programa anunciado pelo governo", informou a estatal em comunicado divulgado nesta segunda.

Na véspera, o presidente Michel Temer anunciou uma redução de R$ 0,46 no preço do litro do diesel por 60 dias, mediante redução da carga tributária e da subvenção a ser paga pela União.

"A redução inicial será mantida por 60 dias e após esse prazo os ajustes de preço do diesel passarão a ser mensais", destacou a Petrobras, acrescentando ainda "que a companhia não subsidiará o preço do diesel e não incorrerá em prejuízo, uma vez que será ressarcida pela União, em modalidade ainda a ser definida".

ANP

Preços nos postos

Levantamento divulgado nesta sexta-feira (25) pela Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP) mostrou que o preço médio do diesel e da gasolina nas bombas terminou a semana em forte alta, mesmo com as redução de preços nas refinarias.

O avanço do preço do diesel nos postos foi de 5,3%, passando de R$ 3,595 por litro para R$ R$ 3,788. Já em relação ao preço médio da gasolina houve aumento de 3,52%, com o valor passando de R$ 4,284 por litro para R$ 4,435 em média. Foi o maior aumento semanal dos preços da gasolina desde julho de 2017, quando o governo anunciou o aumento dos impostos sobre os combustíveis.

G1
Compartilhar:

Narrativas sobre o movimento dos caminhoneiros


Publicação: 28/05/2018 09:00
Maurício Rands 

Advogado, PhD pela Universidade Oxford, Secretário de Acesso a Direitos da OEA.
As opiniões são pessoais e não representam as da OEA.


O movimento dos caminhoneiros teve muito apoio da população. Estudos como os da Torabit (uma plataforma de monitoramento digital) detectaram apoio da maioria dos internautas. Nos dias 24 e 25 de maio, 52,2% das menções sobre a greve dos caminhoneiros foram positivas em relação ao movimento, sendo 37,8% neutras e apenas 10% negativas. Em relação aos condutores autônomos, trata-se de greve. Em relação às empresas de transportes que participaram da paralisação e apoiaram sua logística e comunicação, locaute. Que é ilícito no Brasil. Estima-se que 70% dos caminhões pertencem a empresas subcontratadas e grandes transportadoras. Resta ver como ficou o humor da população depois da continuação do movimento mesmo com as concessões do governo no acordo da quinta-feira, dia 24. E depois dos 37 inquéritos da polícia federal, da decisão do STF que autorizou as operações de garantia da lei e da ordem, inclusive com prisões de empresários das transportadoras e desobstrução das vias públicas que até o sábado à noite ainda tinham 586 pontos de bloqueio.

O movimento trouxe desabastecimento e sofrimento. De pessoas sem combustível e acesso aos bens essenciais. E até dos animais se canibalizando sem ração. Mas por que esse apoio mesmo com tantos incômodos? A resposta pode conter analogia ao apoio da população ao movimento dos estudantes de julho de 2013. Aquele foi deflagrado contra o aumento das passagens dos ônibus urbanos. Mas logo se estendeu para se tornar um protesto contra a má qualidade dos serviços públicos. O de maio de 2018 começou com o protesto dos caminhoneiros autônomos e das empresas de transporte contra o custo dos fretes, elevado pela política de atrelamento do preço dos combustíveis fósseis aos preços internacionais. O encarecimento do dólar e do petróleo fez subir o preço dos combustíveis. O cidadão irritado por ter que pagar mais na bomba de gasolina logo compreendeu o drama dos caminhoneiros com a subida do diesel. É sabido que a melhor política de preços de combustíveis é a que os atrela aos preços internacionais. Mas isso tem que ser acompanhado por uma política contracíclica. Um mecanismo que reduza os tributos sobre combustíveis quando os preços aumentem. Nenhum dos nossos governos lembrou-se de algo tão óbvio. Dilma perdeu tempo com o populismo do congelamento artificial. Que, junto com a corrupção, enfraqueceu a Petrobrás e detonou o setor sucroenergético. E que, na primeira esquina, fez voltar os preços altos. Também é responsabilidade de todos os governos a excessiva dependência ao combustível fóssil. Assim como a concentração de nossa matriz no transporte rodoviário. O trágico em tantos erros, de todos os governos recentes, é ver uns e outros apontando-se reciprocamente os dedos acusatórios. Se não se reconhecem os erros, como corrigi-los? Não menos trágico é o debate sobre o que fazer doravante. Em primeiro lugar, a incapacidade nacional para um debate informado, sereno e construtivo. Se todos erraram, não terá chegado a hora de tentar um mínimo de consenso quanto ao que fazer daqui para a frente? Utópico, dirão alguns dos que só pensam em eleições. Inadiável, pensará o cidadão informado que deseja soluções. Questões como política de preços de combustíveis, modais de transportes, ou matriz energética, poderiam ser temas para concertação. Que tal combiná-las com um debate racional sobre como reduzir os custos do estado que sobrecarrega o cidadão que trabalha? O país pode continuar com tributos escandinavos, máquina pública cara, ineficiente e apropriada por poucos? E retornando serviços de tão má qualidade? 

Num ambiente desses, a sensação de desamparo é generalizada em todos os extratos sociais. Não surpreendem as interpretações superficiais para um movimento de causas tão complexas. Mas preocupa que os argumentos interessados possam estar favorecendo dois apelos que não nos levariam a bom porto. De um lado, o apelo à força e à ordem. Para esses, bastaria a ordem para gerar o progresso, como propõe Bolsonaro. Apesar de desmentido pelo acontecido em Cuba e nas ditaduras da América Latina nos anos 70-80. De outro lado, o apelo ao populismo tarifário que vende a falsa ideia de que os preços dos combustíveis podem ser reduzidos pela canetada de um governante bonzinho ou elevados pela de um governante malvado.


Diário de Pernabuco
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio