Promoção Magazine Luiza e Você

PREVINA-SE!

PREVINA-SE!
NOSSO BLOG APOIA ESSA CAUSA

ELEIÇÕES 2018 AO VIVO

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA
1° FEIRÃO DO ANO

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

APOIO: REDE SKY

APOIO: REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

TEMPO EM JATAÚBA - PE

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Terminal Rodoviário de Santa Cruz do Capibaribe sofre com desinteresse do poder público

Fotos: Paulo Henrique 

Quem viaja com frequência de ou para o município de Santa Cruz do Capibaribe já deve ter notado as péssimas condições do Terminal Rodoviário da cidade, sendo este o único do município. O ponto de desembarque para muitos comerciantes há anos está longe de ser um bom cartão de visitas, tendo em vista as precárias condições de uso.
A nossa reportagem voltou mais uma vez nesta quinta-feira (05) ao empreendimento que é de responsabilidade do Departamento de Estradas e Rodagem do Estado de Pernambuco (DER-PE) e constatou que os problemas no local apenas se multiplicaram desde nossa mais recente visita.
Com banheiros fechados e fora de funcionamento o local ainda apresenta uma série de outros problemas, desde a sua parte estrutural até mesmo área de embarque e desembarque. Além do desgaste provocado pela ação do tempo, o local também sofre com a atuação de usuários de drogas e moradores de rua.
De acordo com populares que residem nas imediações do terminal, é comum que usuários de entorpecentes façam uso do local como ponto de tráfico e até mesmo para necessidades fisiológicas. Entulhos e lixo se acumulam em vários pontos e isso só reforça a imagem de decadência hoje presente no local.
Tanto na parte externa como interna o terminal que ainda prossegue com suas atividades apresenta danos consideráveis. Portas, ferragens, vidros e outras partes da estrutura geral estão seriamente comprometidas. Este cenário afasta inclusive diversos visitantes que sequer optam por esperarem algum veículo alternativo no local.
Para os moradores das imediações o ponto hoje se tornou uma referência de descaso e medo, já que o tráfico de drogas e a presença de criminosos no local durante a noite afastam qualquer tipo de convivência social. 
Atualmente não existe qualquer programação de reparos para com o espaço. Também não há registros de reformas nos últimos anos.



Bruno Muniz
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio