Promoção Magazine Luiza e Você

1° LUGAR REFERÊNCIA EM PESQUISA CARIRI EM AÇÃO

1° LUGAR REFERÊNCIA EM PESQUISA CARIRI EM AÇÃO
OBRIGADO JATAÚBA!

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE SKY

REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

TEMPO EM JATAÚBA - PE

sexta-feira, 9 de março de 2018

“Vamos saber quem tem liderança nas eleições”, diz Roberto Asfora em tom de desafio aos vereadores de oposição


Ex-prefeito e pré-candidato a deputado estadual, Roberto Asfora (PSC), foi o entrevistado do Programa ‘Estúdio 1’, nesta quinta-feira (08), e falou sobre seus projetos eleitorais, expôs sua opinião em relação aos vereadores dissidentes de oposição e tachou a administração de Hilário Paulo (PSD) como ‘caótica’.

O político se mostrou confiante quanto ao pleito deste ano, acreditando na força da ‘família Ferreira’. Recentemente, Asfora foi convocado para vice-presidência estadual do PSC, partido liderado pelo deputado estadual, André Ferreira (quarto mais bem votado nas eleições passadas em Pernambuco) e pelo prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira.

Asfora garante que não terá qualquer problema judicial, afirmando que foi inocentado em julgamento dois dias após desistir de candidatura em 2016. À época, ele direcionou a esposa,Mônica Asfora para disputa, perdendo para Hilário. Para o oposicionista, o ‘marketing’ do atual prefeito foi o principal responsável pelo resultado final em 2016.


Sem citar nomes, ele criticou os vereadores que decidiram, recentemente, caminhar com o projeto de reeleição do deputado estadual Diogo Moraes (PSB).

“Às vezes tem um grupo enorme, mas se não estiver alinhado com o povo, não tem como deslanchar”, declarou. Ele classifica os vereadores de ‘terceira via’ e declara, em tom chateado, que os vereadores venceram a eleição no ‘seu palanque’ e só depois mudaram planos.

“Depois da eleição os que tiveram que sair, saíram, e que sejam felizes. Fico eu que sou do grupo ‘Jacaré’ cor partidária amarela, com meus amigos, irmãos, colegas… Não adianta enfeitar, se desesperar”, disse acrescentando que ‘a eleição dirá quem tem voto e liderança’.


‘Candidatura limpa’ – O político insinua situações que podem ter acontecido durante o pleito passado. “Minha campanha é limpa não vou em porta para comprar voto com promessas vãs”, diz e completa, “aquele que negocia o voto, político não tem compromisso”.

Sem arrependimento – Mesmo após a derrota, Asfora diz que não se arrepende de ter colocado a esposa para a eleição. Para ele, era o melhor a se fazer no momento, tendo a ‘consciência tranquila’.

‘Deputado municipal?’ – Ao ser indagado sobre apoios fora do município de Brejo da Madre de Deus, ele cita Jaboatão dos Guararapes e Ipojuca. De acordo com ele, nome de políticos e mais municípios, serão anunciado em breve.


Calculadora em mãos – Em seus cálculos, é possível chegar entre 25 e 30 mil votos, que lhe dariam base suficiente para estar na briga por uma cadeira na ALEPE. A segurança advêm justamente do ‘grupo Ferreira’.

Ainda sem governador – Roberto Asfora finalizou falando sobre a conjuntura para o governo do estado. Ele acredita que o ‘grupo Ferreira’ será peça chave e fator decisivo para qualquer candidatura. De acordo com ele, ainda não foi fechado acordo em torno do nome majoritário.



Ney Lima



Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio