Promoção Magazine Luiza e Você

VESTIBULAR - INSCRIÇÕES ABERTAS

VESTIBULAR  - INSCRIÇÕES ABERTAS
FACULDADE DO CARIRI

PREVINA-SE!

PREVINA-SE!
NOSSO BLOG APOIA ESSA CAUSA

GRANDE FEIRÃO REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

GRANDE FEIRÃO REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA
PROMOÇÃO FEIRÃO

REDE SKY

REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

TEMPO EM JATAÚBA - PE

terça-feira, 6 de março de 2018

Em participação no Programa Super Manhã técnico da Compesa garante que em 15 dias população de Jataúba terá água nas torneiras

Barragem do Sítio Luiza, em Jataúba-PE, Foto: Alberto Barbosa

Em participação no programa Super Manhã apresentado pelo radialista Dilmázio Souza na rádio Jataúba FM o técnico químico Cássio Kramer, da Compesa que estive presente na barragem da Luíza para verificar problemas na sua estrutura falou sobre a situação do reservatório, segundo Cássio, um dos técnicos que participou por telefone, os problemas existentes serão repassados para uma equipe especializada que cuidará do assunto e tentará fazer os reparos para que a água não se perca com os vazamentos.

Ainda segundo Cássio, a Compesa estará trabalhando e no prazo máximo de 15 dias a população de Jataúba estará recebendo água nas torneiras, segundo o técnico os trabalhos serão feitos para que a população de Jataúba receba tanto a água da barragem da Luíza como também da barragem de Poço Fundo, ainda segundo Cássio dependendo das condições de uso da água o reservatório da Luiza poderá abastecer a cidade pelo prazo de até 6 meses, caso não haja mais chuvas.
Toinho da Compesa, concedeu entrevista - Foto: Alberto Barbosa

A notícia chega em boa hora já que há mais de 10 anos a população da cidade de Jataúba não tem água nas torneiras, lembrando que a barragem da Luiza chegou aos 100% de sua capacidade do último final de semana e a barragem de Poço Fundo chegou no dia de ontem há pouco mais de 19% de sua capacidade, porém, vale lembrar que a barragem de Poço Fundo também abastece a cidade de Santa Cruz do Capibaribe.

Questionado sobre a falta de limpeza nas barragens, o técnico da Compesa disse que é algo inviável pelo fato de ter um custo alto e não ser revertido em uma maior capacidade do reservatório.  A entrevista foi concedida aos Blogueiros/Radialistas; Alberto Barbosa, Ruy Siqueira e ao Radialista Dilmásio Souza.

Imagens: Alberto Barbosa
Jota Silva / Agreste No Ar
Momento da troca do registro, que enviar água para ETA Jataúba - FOTO: Alberto Barbosa











Por Alberto Barbosa - Imagens

Blog do Alberto Barbosa





Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio