Promoção Magazine Luiza e Você

PREVINA-SE!

PREVINA-SE!
NOSSO BLOG APOIA ESSA CAUSA

ELEIÇÕES 2018 AO VIVO

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA
1° FEIRÃO DO ANO

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

APOIO: REDE SKY

APOIO: REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

TEMPO EM JATAÚBA - PE

quinta-feira, 29 de março de 2018

Homem é detido acusado de falsificar placas de veículos em Santa Cruz do Capibaribe

Na tarde desta terça-feira (27), a polícia militar recebeu denúncias anônimas de que na Rua José Nivaldo de Farias, Loteamento Neco Aragão em Santa Cruz do Capibaribe, havia um homem que estaria fabricando placas de veículos de forma irregular.
O efetivo seguiu ao local, onde realizou o cerco no imóvel e com a autorização do proprietário,Severino Hinô da Silva (49 anos), foram encontrados 1 prensa manual, 50 placas virgens de carros, 42 placas virgens de motos, 7 placas usadas de carros, 25 lacres usados, 2 solas de arame, 25 CRLVs, 1 caixa com diversas tarjetas de destinos, 2 latas de tinta, 1 frasco de secagem tipo spray, além de anotações com placas encomendadas.
No interior da residência, também foi encontrada a importância de R$ 3.374,00 em espécie. O acusado revelou que cada placa custava R$ 50,00 e que, a maioria se tratava de veículos atrasados.

Todo o material junto com Severino foram conduzidos para a delegacia de polícia local, onde ficou a disposição da justiça.


Ney Lima 



Compartilhar:

PF PRENDE EX-MINISTRO DOS GOVERNOS LULA E DILMA E AMIGOS DE TEMER

Ex-ministro Wagner Rossi e Dilma, Foto: Estadão

O Ex-ministro dos governos Lula e Dilma, Wagner Rossi foi preso na manhã desta quinta-feira (29) em uma das ações da Operação Skala, deflagrada pela Polícia Federal. Também foi preso Milton Ortolan, auxiliar de Rossi.

As prisões da Operação Skala foram pedidas pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

A operação foi autorizada pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do inquérito que investiga se Temer, por meio de decreto, beneficiou empresas do setor portuário em troca de suposto recebimento de propina.

O advogado de Wagner Rossi, Rafael Chiaradia, afirmou que a prisão é "abusiva" e que a defesa ainda tenta entender as circunstâncias da decisão.

"Wagner Rossi aposentou-se há sete anos. Desde então, nunca mais atuou profissionalmente na vida pública ou privada. Também nunca mais participou de campanhas eleitorais ou teve relacionamentos políticos. Mora em Ribeirão Preto onde pode ser facilmente encontrado para qualquer tipo de esclarecimento. Nunca foi chamado a depor no caso mencionado. Portanto, são abusivas as medidas tomadas. Apesar disso, Wagner Rossi está seguro de que provará sua inocência", afirmou o advogado em nota.

G1 busca contato com a defesa de Milton Ortolan, mas não havia conseguido até a última atualização desta reportagem.

Ex-deputado federal, Wagner Rossi foi ministro da Agricultura nos governos Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, em 2010 e 2011. Em 1999 e 2000, Rossi presidiu a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), estatal administradora do porto de Santos. Rossi é pai do deputado Baleia Rossi, líder do MDB na Câmara.
Michel Temer e o advogado José Yunes - Foto: Estadão

Na mesma operação da PF, foram presos nesta quinta o advogado José Yunes, amigo do presidente Michel Temer; o ex-coronel João Batista Lima, outro amigo de Temer; Antônio Celso Greco, dono da empresa portuária Rodrimar, que atua no porto de Santos; e Celina Torrealba, uma das donas do grupo Libra, segundo informou o jornal "O Globo".


O ESTADÃO




Compartilhar:

Polícia Civil do interior do RN prende mulher acusada de crime de pedofilia contra a própria filha de 9 anos


Após investigação realizada pela DP Canguaretama, Pedro Velho e Pipa policiais civis dessas unidades conseguiram efetuar a prisão de BÁRBARA MARIA FERREIRA nesta quarta-feira (28 de Março) por volta das 15h.
Na ocasião os policiais cumpriram mandado de busca domiciliar e de prisão contra a nacional BÁRBARA, que já vinha sendo investigada, moradora de Canguaretama, por diversos crimes de pedofilia contra sua própria filha, então com 09 anos de idade.
Em sede policial BÁRBARA confessou que mantinha contato com uma pessoa do exterior e enviava vídeos, fotos e áudios pornográficos de sua filha.
Revelou também que um de seus companheiros utilizava a DEEP WEB para realizar a divulgação dos vídeos, fotos e áudios pornográficos da criança.
O que é DEEP WEB?

Deep Web é o nome dado para uma zona da internet que não pode ser detectada facilmente pelos tradicionais motores de busca, garantindo privacidade e anonimato para os seus navegantes. É formada por um conjunto de sites, fóruns e comunidades que costumam debater temas de caráter ilegal e imoral.

Notícias no Face RN





Compartilhar:

COMO AFIRMAMOS EM PRIMEIRA MÃO: Jataúba volta a receber água nas torneiras, após seis anos em colapso


A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), por determinação do governador Paulo Câmara, está realizando os últimos ajustes para iniciar, a partir de hoje (28),  a fase de testes para  retomar a distribuição de água nas torneiras para os 17 mil moradores de Jataúba, no Agreste. A cidade passou seis anos em colapso, consequência da falta de chuvas na região. O município tem duas fontes de abastecimento, a Barragem de Sítio Luíza, em Jataúba, e a de Poço Fundo, em Santa Cruz do Capibaribe. Ambas estavam secas e conseguiram acumular água no mês de fevereiro, quando choveu bem na região. A expectativa é que a regularização da distribuição de água da cidade ocorra até meados de abril.
Imagem: Barragem do Sítio Luíza, vertendo - Foto: Alberto  Barbosa
A Barragem do Sítio Luiza, o principal manancial de Jataúba, conseguiu acumular 300 mil metros cúbicos de água e está  sangrando. As chuvas de fevereiro também permitiram a recuperação da Barragem de Poço Fundo, que está hoje com 19% da sua capacidade total, que é de 27,6 milhões de metros cúbicos de água. Esse reservatório, além de atender Jataúba, também é responsável pelo abastecimento do distrito de Poço Fundo, em Santa Cruz do Capibaribe, uma população de cerca de quatro mil pessoas que também estava sem receber água nas torneiras em função da estiagem prolongada.
Imagem Panorâmica da Barragem do Sítio Luíza, em Jataúba-PE - Foto: Dimário Araújo
 
O diretor Regional do Interior, Marconi de Azevedo, explica que os testes para o retorno da operação dos sistemas ainda não foram iniciados devido à complexidade de funcionamento das unidades operacionais, após tanto tempo desativadas. “ Precisamos realizar uma série de ações para reativar a operação das adutoras, manutenção nos conjuntos motobombas e intervenções na estação de tratamento de água”, afirmou.
 
A fase de testes é a primeira etapa para o restabelecimento de água pela rede de distribuição. Segundo o gerente da Unidade de Negócios da Compesa, Bruno Adelino, durante esse processo poderá haver várias interrupções do abastecimento para conserto de vazamentos. “Após vários anos sem água na adutora e na rede de distribuição é normal a ocorrência desses vazamentos, até a pressurização das tubulações e equilíbrio do sistema do abastecimento”, informa o gerente. Ele diz ainda que várias equipes estarão a postos nesse período de testes para que os eventuais problemas possam ser corrigidos com brevidade, e assim atender às expectativas dos moradores de Jataúba e do distrito de Poço Fundo, que aguardam ansiosamente pela volta da água nas torneiras.




ASCOM - COMPESA
Blog do Alberto Barbosa
Imagens; Alberto Barbosa







Compartilhar:

Integração Nacional reduz vazão de bombeamento da Transposição, prazo para retorno é de até 120 dias

Imagem: Transposição em Monteiro - Foto: Alberto Barbosa

Desde o (20/03) se iniciou o  desligamento provisório do sistema do eixo leste do projeto de transposição das águas do Rio São Francisco. A informação foi divulgada pelo Ministério da Integração, após recomendação do Ministério Público Federal na Paraíba (MPF-PB).
Segundo o Ministério da Integração, o desligamento é gradativo e vai ser finalizado antes do início das obras dos açudes Poções e Camalaú, que estão previstas para serem retomadas no próximo dia 2 de abril.
Imagem: Transposição em Monteiro - Foto: Alberto Barbosa
A pasta garantiu que o açude Epitácio Pessoa, conhecido como Boqueirão – que abastece Campina Grande e região -, já atingiu “tranquilidade hídrica”, ou seja, o volume de água armazenada é suficiente e não prejudicará ao abastecimento de água da população da região em pelo menos 10 meses.
A previsão do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) é de que as obras em Poções e Camalaú sejam entregues em, no máximo, 4 meses, possibilitando a retomada do bombeamento da água no eixo leste da transposição.
O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) informou que as duas obras devem ser entregues em, no máximo, quatro meses. Os representantes da Agência Nacional das Águas (Ana), Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) e Secretaria de Recursos Hídricos da Paraíba foram contrários à retomada imediata das obras nos dois açudes, propondo o reinício para junho ou julho.
Imagem: Canal da Transposição em Monteiro-PB Foto: Alberto Barbosa
O Dnocs e o Ministério da Integração, no entanto, apresentaram dados técnicos sobre a necessidade da retomada imediata das obras de recuperação dos mananciais. Após ouvir os dois órgãos, os representantes do MPF e MP estadual presentes no encontro equacionaram a discussão e entenderam que, em 15 dias, o Dnocs deve reiniciar as obras
Entenda o desligamento
No período em que os municípios abastecidos pelo açude Boqueirão estavam na iminência do colapso total de água, o Dnocs encontrou como solução imediata a execução de um canal escavado através dos vertedouros das barragens Poções e Camalaú, permitindo assim a passagem das águas do Rio São Francisco para Boqueirão em caráter provisório e emergencial.
Imagem: Canal da Transposição em Monteiro-PB Foto: Alberto Barbosa
Porém, de acordo com a coordenadora do grupo de trabalho da transposição do rio São Francisco na Paraíba, a procuradora Janaína Andrade, se os órgãos gestores da transposição pretendem garantir o fornecimento de água com segurança para as cidades, é indispensável a conclusão das obras nos açudes Poções e Camalaú.
Ainda conforme a coordenadora, “concluídas as tomadas de água complementar desses açudes, será possível verter para o rio Paraíba não somente as águas transpostas mas também as águas das chuvas, que podem ser armazenadas nessas duas barragens. Assim, o MPF não pode admitir que os municípios que integram o eixo leste da transposição dependam unicamente de um bombeamento artificial sem uma reserva hídrica”.
Imagem: Canal da Transposição em Monteiro-PB Foto: Alberto Barbosa
O MPF em Monteiro entende que toda água advinda das chuvas até então escoou pelos ‘rasgos’ dos dois açudes, se dirigindo para Boqueirão. Mantida essa situação, haverá mais prejuízos às populações de cidades como Monteiro, Sumé, Congo, São João do Cariri.
Em uma reunião, representantes do Dnocs, Agência Nacional das Águas (ANA), Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), além de membros da Secretaria de Recursos Hídricos da Paraíba, Ministério da Integração, Ministério Público Estadual (MPPB) e Ministério Público Federal (MPF) acordaram que o desligamento era necessário para a retomada das obras. Também estiveram na reunião representantes do Comitê de Bacia do Rio Paraíba, da Advocacia-Geral da União (AGU) e Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf).
Imagem: Canal da Transposição em Monteiro-PB Foto: Alberto Barbosa
Por causa da pouca quantidade de água no rio e o aumento da temperatura, fez, com que os peixes ficassem agitados e pulando a todo instantes. Várias pessoas fizeram a pesca. As tradicionais "piabas" eram em cardume como mostra a imagem acima. 


Imagens: Alberto Barbosa
Do: G1 Paraíba
M. da Integração Nacional






Compartilhar:

Após a prisão dos Dois seguranças de Serra dos Ventos município de Belo Jardim-PE, a população realiza protestos

Na manhã deste domingo dia (25) de março de 2018,O distrito de Serra dos Vento Município de Belo Jardim PE esteve em protesto contra a prisão dos dois seguranças que prestava serviço na comunidade,
A população sai as ruas reivindicar com ato democrático em protesto a volta dos seguranças que foram impedidos pela Justiça de prestar serviços de segurança privada no distrito.
Segundo A população não irão descansar enquanto os seguranças não estiverem livres para como cidadãos que são voltarem a suas atividades, cerca de 1.300 pessoas cobraram ao judiciário a liberdade dos seguranças e a prisão de elementos que vivem atormentando o distrito, depois do recolhimento dos seguranças ninguém pode sair nas ruas de Serra dos vento depois das 18:00h.
Muitos moradores revoltados afirmaram que infelizmente a justiça só dá direito a quem não tem em vezem de defender a a população,
Nós moramos no país desmoralizado aonde o bandido tem tudo e o cidadão de bem não tem nada a verdade é essa a firma moradores,

No entanto a população deixa sua nota de repúdio quanto a ação negativa da justiça.



Blog Manhã Nordestina
Compartilhar:

terça-feira, 27 de março de 2018

ETA JATAÚBA, JÁ RECEBE ÁGUA DA BARRAGEM DO SÍTIO LUÍZA E OS JATAUBENSES TERÃO ÁGUA NAS TORNEIRAS: VEJA VÍDEO


A Compesa, tem intensificado os trabalhos nos últimos 20 dias, para que chegue o precioso líquido nas torneiras dos jataubenses. O nosso Blog, acompanhou todos os trabalhos. Desde quando mostramos em vídeo, um defeito na comporta do açude, que a equipe da Compesa, vem trabalhando no manancial. Quando entramos em contato com o Sr. Bruno, Gerente Regional, em Caruaru. O mesmo, nos garantiu que enviava um equipe para o manancial. O problema foi resolvido. Logo em seguida o referido açude verteu. Daí, deu inicio a uma mega operação (do manancial até a ETA). 

Vídeo mostra água na ETA Jataúba 


Durante os últimos vinte dias, uma grande equipe coordenada por Antônio "Toinho da Compesa" trabalharam para que a água chegasse do manancial até a ETA (cidade), cerca de 6km de tubulação. Como mostram as imagens abaixo, os técnicos, trocaram tubulações destruídas e algumas obstruídas por barro e pedras. 




Ao todo, foram trocados cerca de 420 metros de tubulações entre o manancial até cidade. Já nesta terça-feira 27, o preciso líquido chegou na ETA. Nesta quarta, darão continuidade e na quinta-feira, alguma ruas já irão receber água nas torneiras. 

As informações foram repassadas por o Gerente Regional da Compesa, Bruno. Que nos confirmou, que Jataúba passará a receber água nas torneiras do manancial Luíza e consequentemente da Barragem de Poço Fundo.

A Compesa, ainda relatou que no inicio quando foi dado quinze dias pra chegar água nas torneira, eles não contavam com tantas tubulações  quebradas. Fato esse que atrasou os trabalhos. Ainda nos informou que estar aguardando a empresa que vem realizar um trabalho para vedar boa parte dos vazamentos do manancial. Já que o ideal seria seca.  

Veja outras imagens/Vídeo das equipes técnicas da Compesa.











Blog do Alberto Barbosa
Imagens: Alberto Barbosa/Compesa








Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio