Promoção Magazine Luiza e Você

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA
1° FEIRÃO DO ANO

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

APOIO: REDE SKY

APOIO: REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

TEMPO EM JATAÚBA - PE

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Justiça concede decisão favorável para reabertura do Banco do Brasil em Jataúba-PE

Na tarde desta segunda-feira 11, a justiça através de uma ação impetrada pela Defensoria Pública de Pernambuco concedeu uma decisão favorável determinando que agência do Banco do Brasil na cidade de Jataúba fechada desde o dia 20 de novembro desse ano seja reaberta no prazo máximo de 30 dias contados a partir da intimação ao órgão, em caso de descumprimento a medida prevê multa diária a instituição de 5 mil reais por dia.

Já na manhã desta quinta-feira aconteceu na câmara de vereadores do município uma audiência pública onde integrantes do Sindicato dos Bancários se reuniram com o Conselho de Segurança local, vereadores e comunidade em geral para falar da importância do banco permanecer no município, bem como, dos prejuízos que o fechamento do mesmo causaria a população e ao comércio local.

Um fato que foi lamentado inclusive por representantes do sindicato foi a ausência de público nas dependências da câmara diante de um tema tão importante, outra ausência que foi alvo de críticas foi dos vereadores onde apenas Jackson Bruno e Paulo Floriano se fizeram presentes no ato, o prefeito do município Antônio de Roque também não compareceu, sendo que no caso deste o vereador Jackson falou que estava lhe representando.
Vale lembrar que essa decisão ainda não é definitiva e não garante de fato que o banco volte a funcionar integralmente no município. Informações repassadas a nossa equipe dão conta de que uma reunião será agendada com a superintendência do Banco do Brasil no Recife para tentar a reabertura da agência de forma definitiva. O fechamento da agência foi uma resolução da instituição no âmbito Nacional e Jataúba foi uma das doze cidades pernambucanas afetadas com a medida, que alega entre outras coisas a falta de segurança e a inviabilidade financeira. 


Jota Silva / Agreste No Ar / Fotos: Divulgação




Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio