Promoção Magazine Luiza e Você

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

REDE SKY! APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018

REDE SKY! APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018
APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018 EM FULL-HD

Postagem em destaque

CEC "COMPLEXO EDUCACIONAL DO CARIRI, EM MONTEIRO-PB

TEMPO EM JATAÚBA - PE

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

PARAÍBA VAI TER CADASTRO COM NOMES DE NOMES DE PEDÓFILOS


A Paraíba pode vir a ter um cadastro com nomes de pessoas condenadas por pedofilia. Foi aprovada na Assembleia Legislativa da Paraíba um Projeto de Lei que autoriza a criação do sistema. A proposta é da deputada estadual Camila Toscano (PSDB) e segue agora para a sanção do governador Ricardo Coutinho. A parlamentar explicou a ideia.
“Uma vez condenado pelo crime se faz este cadastro, para que ele seja proibido de fazer contratos na educação do nosso Estado. É uma forma de proteger. É uma questão que tem crescido muito ultimamente e precisamos nos precaver a isto e talvez a melhor forma infelizmente seja esta, de evitar que estas pessoas tenham contato com nossas crianças e fazendo este cadastro é uma forma de proibir este contato com as crianças na nossa educação. É um projeto que visa evitar novo cometimento de crime, afastando aquele que foi condenado das nossas crianças”, disse.
Na semana passada, a Polícia Federal desencadeou uma operação em João Pessoa para investigar crimes de pedofilia praticados na internet. Há pouco mais de um mês, duas pessoas foram presas na PB durante a operação “Luz na Infância”, considerada uma das maiores do mundo no combate a este tipo de crime.
Outra operação contra a exploração sexual de crianças aconteceu em julho e foi denominada Glasnot. A ação foi continuação da operação deflagrada em novembro de 2013, quando foram cumpridos 80 mandados judiciais, entre eles, 30 prisões em flagrante por posse de pornografia infantil. Foram ainda identificados e presos diversos abusadores sexuais, bem como resgatadas vítimas, com idades entre 5 e 9 anos.

Portal Correio


Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio