Promoção Magazine Luiza e Você

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

REDE SKY! APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018

REDE SKY! APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018
APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018 EM FULL-HD

Postagem em destaque

CRIANÇA DE 10 ANOS COMETE SUICÍDIO EM ÁGUAS BELAS-PE

TEMPO EM JATAÚBA - PE

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

COM PAULO CÂMARA, PERNAMBUCO TEM O ANO MAIS VIOLENTO DA HISTÓRIA, AFIRMA SILVIO

COM PAULO CÂMARA, PERNAMBUCO TEM O ANO MAIS VIOLENTO DA HISTÓRIA, AFIRMA SILVIO

O Estado de Pernambuco vive, sob a gestão do governador Paulo Câmara, o ano mais violento de toda história. Infelizmente, em dez meses de 2017 já foram cometidos 4.576 assassinatos, superando os 4.479 registrados no ano. Considerando a média de 450 homicídios cometidos por mês em 2017, o ano deve encerrar com um total próximo a 5.500 crimes letais intencionais, a pior marca desde 2004, primeiro ano com dados disponíveis na base pública de dados da Secretaria de Defesa Social.
O líder da oposição na Alepe, Silvio Costa Filho (PRB)

De acordo com o deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), os números refletem a falta de uma política pública de segurança e o fracasso das ações pontuais adotadas pelo governo do Estado. “Os dados da própria SDS mostram a incapacidade do governo Paulo Câmara de combater a criminalidade. Já estamos no terceiro secretário de Defesa Social sem que nenhuma uma política de segurança tenha sido apresentada à sociedade. Nos últimos 12 meses foi registrada uma média de 57,6 mortes a cada grupo de 100 mil habitantes, quase seis vezes o máximo tolerado pela ONU (10/100 mil). A situação fica mais crítica a cada dia por causa da resistência do governo em aceitar sugestões”, criticou o parlamentar.

Silvio destaca que, além dos homicídios, outros indicadores de criminalidade mostram a situação de abandono que o povo pernambucano enfrenta. Entre janeiro e outubro foram registrados 102,9 crimes violentos contra o patrimônio, 27 mil casos de violência doméstica contra a mulher e quase 2 mil casos de estupro. “Não adianta mudar a metodologia na divulgação dos índices de violência, diminuir a transparência e camuflar o debate, os números apenas confirmam o que a população sente nas ruas, que é o crescimento dos assassinatos, dos assaltos a ônibus, dos casos de roubos e furtos e da violência contra a mulher”, disse.

Para o líder da Oposição, é importante que o governo reconheça a gravidade da situação e retome o diálogo com a sociedade. “Esperamos que o governador Paulo Câmara reconheça que as ações de seu governo não estão dando resultados e que ele tenha a humildade de ouvir quem está disposto a contribuir para mudar esse quadro, como os deputados da oposição, a OAB, Ministério Público, movimentos sociais, religiosos e o mundo acadêmico. O momento é de união de toda a sociedade na construção de um plano eficaz de redução da violência”, defendeu.



Blog do Magno Martins




Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio