Promoção Magazine Luiza e Você

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

PROMOÇÃO DE OUTUBRO!


Toda Loja em até *10x no Cartão Tel. (81) 3746-1412/98275-4999

TEMPO EM JATAÚBA - PE

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Artesão recebe cerâmicas da Pointer para continuar projeto no Recife, PE

Adilson Hermann faz caixinhas, cachepots e vários outros produtos a partir das cerâmicas da linha Artesanal Decor; história foi contada em vídeo

Há alguns meses, a Pointer recebeu uma ligação diferente. Do outro lado, o artesão Adilson Hermann procurava saber onde ele poderia encontrar cerâmicas da linha Artesanal Decor, tão características por seus desenhos que expressavam a cultura nordestina, e que não estavam mais em nenhuma loja. É que ele precisava das ‘pedras’ para dar continuidade a um projeto que há muito almejava: transformar as tradicionais caixinhas, porta trecos e cachepots feitas em madeiras, em produtos que pudessem fazer parte da vida das pessoas e ficar na história das famílias.

Conquistados pela proposta de Adilson, a Pointer – uma empresa do Portobello Grupo – doou as placas de cerâmica para que realizasse seu projeto. A procura do artesão veio porque a linha em questão não foi continuada na coleção 2017 da Pointer, a ‘Morada Brasileira – Cotidiano’. No lugar deste produto, entrou o Artesanal Mescla, que segue a mesma linha, porém com mais espaços sem desenho. Foi preciso procurar nos estoques da fábrica, em Marechal Deodoro (AL), peças sobressalentes e enviá-las para a Comunidade do Bode, no bairro do Pina, na cidade do Recife, onde fica o ateliê de Adilson.

Quando eu decidi fazer esse projeto com as caixinhas de cerâmica, eu procurei muito até achar essa placa da Pointer. Tem o detalhe, o desenho, o acabamento, enfim, acho ela toda perfeita e muito bem trabalhada. E eu vejo a peça não apenas como uma cerâmica que você vai colocar na parede, eu vejo como arte", relatou Adilson, que aprendeu a lidar com a cerâmica e o apuro pelo acabamento enquanto trabalhou na construção civil com seu tio, no estado de Santa Catarina.

Com a doação das peças, Adilson pôde não só continuar seu trabalho, mas expor suas peças na 18ª Fenearte, a maior feira de artesanato da América Latina realizada no último mês de julho, no Centro de Convenções de Pernambuco. Tem muitas histórias também que eu acho bacana quando estou na feirinha. As pessoas chegam e dizem 'poxa, eu coloquei essa pedra na parede da minha cozinha, no muro lá de casa, como ficou bacana esse trabalho, como é diferente'. A arte e a diferença que ela propõe acabam fazendo o público levar uma caixinha para compor com a parede ou um balcão", contou o artesão.

Essas pequenas alegrias relatadas por Adilson Hermann aumentam ainda mais a satisfação da Pointer pela oportunidade de ter contribuído para mais arte e histórias na vida das pessoas. “Buscamos em nosso estoque e resolvemos doar produtos para que ele continue fabricando. Estamos muito felizes em ter ajudado o Adilson, que representa tão bem a realidade dos artesãos brasileiros, muitas vezes sem condições mínimas de trabalho, mas que seguem defendendo sua arte”, afirmou Paula Mol, coordenadora de Marketing da Pointer.


A busca das placas, doação e chegada do artesão à Fenearte foi contada em um vídeo especial feito pela Pointer, que pode ser visto clicando no link: www.youtube.com/watch?v=p7Pk1xs195I&feature=youtu.be.

Veja o vídeo dessa linda história de um grande artesão.



Por: 
    Ivelise Buarque – Jornalista / DRT-PE 2.467



    Para o Blog do Alberto Barbosa
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio