SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

REDE FÁCIL JATAÚBA

REDE FÁCIL JATAÚBA
Toda Loja em até 10x no Cartão Tel. (81) 3746-1412/98275-4999

Pe. REGINALDO MANZOTTI EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

Pe. REGINALDO MANZOTTI EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE
EVANGELIZAR É PRECISO!

TEMPO EM JATAÚBA - PE

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Furibinha é o entrevistado do Diário News e diz; "A cobrança tem que existir", destaca sobre requerimentos para entidades e Governo Estadual


Na manhã desta quarta-feira (06) o programa Diário News recebeu o popular Joseilson Alves de Melo, popularmente conhecido como Furibinha (PT). 

Político em Jataúba, mas com considerável atuação na região, o mesmo destacou algumas de suas cobranças para com o Governo do Estado de Pernambuco e também evidenciou os recentes acontecimentos da política regional.
Inicialmente, destacando o não exercício de cargos como justificativa para se manter ativo, Furibinharessaltou que permanece em 'modo ação' mesmo não tendo obtido sucesso nas urnas em 2016, quando foi candidato a prefeito ao lado de Chico de Irineu, também do PT.

"Temos que fazer a nossa parte, independente de período eleitoral ou cargos políticos, é um dever e também um direito nosso. Nos vivemos no dia a dia e precisamos que os pilares sejam priorizados; educação, saúde e segurança", disse.

Sobre as recentes cobranças, onde inclusive tem participado de ações conjuntas com outros políticos, a exemplo do vereador Carlinhos da Cohab (PTB), Furibinha alegou que a população deve se mobilizar neste momento e ir em busca de soluções reais para problemas crônicos no estado, bem como segurança e situação hídrica. Para ele, é preciso exigir ações de fato.
Nesse mesmo contexto, o político citou as cobranças como um instrumento para 'apressar' e reforçar as ações de combate à seca. As adutoras também entraram na pauta.

"A cobrança tem que existir. Tem que bater na porta, e não é pedir, é cobrar. As coisas só saem se a população clamar mesmo, porque se não for assim, a coisa não anda", destacou.

O ex-candidato a vice-prefeito encerrou sua entrevista afirmando que movimentações (a exemplo de audiências públicas) estão sendo articuladas para a região, envolvendo assim vários municípios e possibilitando que a população trate de temas diversos juntamente com os representantes dos principais órgãos públicos municipais.


Bruno Muniz
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio