Promoção Magazine Luiza e Você

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

REDE SKY! APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018

REDE SKY! APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018
APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018 EM FULL-HD

Postagem em destaque

CEC "COMPLEXO EDUCACIONAL DO CARIRI, EM MONTEIRO-PB

TEMPO EM JATAÚBA - PE

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

PMDB suspende deputados por votarem a favor de denúncia contra Temer

A imagem pode conter: 6 pessoas

O PMDB suspendeu, por 60 dias, os seis deputados federais do partido que votaram a favor da denúncia contra o presidente Michel Temer na Câmara, no último dia 2. A decisão, segundo nota, foi tomada por unanimidade na Comissão Executiva do partido. 

"O PMDB, em cumprimento à decisão unânime da Comissão Executiva do partido, suspendeu por 60 dias, de suas funções partidárias, os deputados que votaram a favor da denúncia do presidente da República, Michel Temer. Esta decisão foi tomada por descumprimento dos parlamentares ao fechamento de questão sobre o assunto em reunião realizada no dia 12 de julho, em Brasília. O ato de suspensão já foi comunicado a todos os filiados e ao Conselho de Ética do partido", afirma a nota, divulgada pela assessoria do partido.

Foram suspensos de suas atividades partidárias os deputados Celso Pansera (RJ), Jarbas Vasconcelos (PE), Laura Carneiro (RJ) Sérgio Zveiter (RJ), Veneziano Vital do Rego (PB) e Vitor Valim (CE). A decisão, segundo a assessoria do partido, não afeta suas atividades parlamentares. Eles continuarão participando de votações, por exemplo, mas poderão ser substituídos caso integrem alguma comissão da Casa.

A decisão foi comunicada por meio de ofício ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, e inclui também a suspensão de atividades diretivas do partido. 

A medida é cautelar e o caso ainda deve passar por análise da Comissão de Ética da legenda, que pode indicar novas punições aos seis parlamentares. Procurados, os deputados ainda não haviam se manifestado até a publicação da notícia.


Diário de Pernambuco
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio