Promoção Magazine Luiza e Você

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

PROMOÇÃO NOVEMBRO AZUL!

REDE SKY! APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018

REDE SKY! APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018
APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018 EM FULL-HD

TEMPO EM JATAÚBA - PE

domingo, 27 de agosto de 2017

Lula: tratamento de chefe de Estado no Nordeste

Noite de domingo, dia 20. Seis carros de polícia acompanham a chegada de uma comitiva a um hotel na praia do Atalaia, em Aracaju. O acesso a um quarteirão é fechado, enquanto a via principal é parcialmente bloqueada. Há plantão policial à porta do hotel. O hóspede é o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
O bloqueio de ruas, escolta policial e jantares em residências oficiais dos governadores marcaram os nove primeiros dias da caravana que Lula protagoniza pelo Nordeste.
Longe do inverno de São Paulo, o ex-presidente petista recebeu de governadores tratamento conferido a chefes de Estado durante sua passagem por Bahia, Sergipe, Alagoas e Pernambuco.
Em Sergipe, 30 policiais militares foram destacados para a escolta do ex-presidente. Segundo aFolha apurou, a equipe de segurança do governador do Estado, Jackson Barreto (PMDB), é menor, de cerca de seis agentes.
Durante os dois dias da passagem do político por Sergipe, os 30 policiais se revezavam em duas equipes: dez agentes vistoriavam o local visitado antes da chegada de Lula e os demais o acompanhavam durante a atividade.
Um ônibus do Batalhão de Choque ficava em ruas vizinhas ao local reservado aos atos políticos para que fosse acionado em caso de emergência. Nas rodovias, a caravana também teve suporte da Polícia Rodoviária Federal. Em zigue-zague, um camburão impedia que os motoristas ultrapassassem o comboio, enquanto um policial gritava "saia da célula".
Em Sergipe, Lula jantou na residência oficial do governador. Na Bahia, ele e sua comitiva foram recepcionados duas vezes pelo governador Rui Costa (PT): em jantar e também em um café da tarde.
Além do forte policiamento, Lula teve um carro de apoio oferecido pelo Estado durante sua passagem pela Bahia. Ele também participou de ao menos duas atividades copatrocinadas pelo governo de Costa. No sábado, após participar de um reunião com o governador e prefeitos do Estado, o ex-presidente foi o convidado de honra em um ato em defesa das políticas públicas para o semiárido e a agricultura familiar.
Ao discursar para produtores rurais, Lula se comparou a um galo de briga. Na véspera, fez uma palestra durante um encontro da juventude realizado em praça pública no município de Cruz das Almas.
Anfitrião do encontro –que também teve apoio do governo do Estado–, o prefeito de Cruz das Almas, Orlandinho, afirmou em discurso que seus adversários o acusaram de uso da máquina em benefício de Lula.
TRÂNSITO FECHADO
Quatro carros da Polícia Militar alagoana, além da Polícia Rodoviária Federal, acompanharam Lula na saída do Estado rumo a Pernambuco. Para a realização de um encontro com sindicalistas, a avenida da Paz, em Maceió, teve o trânsito fechado.
Em Pernambuco, os policiais militares chegaram em dois ônibus à cidade de Ipojuca para ato com trabalhadores do porto de Suape. A segurança foi reforçada pela guarda municipal. A prefeita, a petista Célia Sales, também participou do ato.
Leia reportagem na íntegra clicando aí ao lado:   Lula recebe tratamento de chefe de Estado durante caravana no Nordeste


Folha de S.Paulo - Catia Seabra (Enviada especial ao Nordeste)
Blog do Magno Martins
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio