Promoção Magazine Luiza e Você

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

PROMOÇÃO NOVEMBRO AZUL!

REDE SKY! APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018

REDE SKY! APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018
APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018 EM FULL-HD

TEMPO EM JATAÚBA - PE

quinta-feira, 27 de julho de 2017

IBOPE: GOVERNO TEMER É APROVADO POR 5% E REPROVADO POR 70%

Caso se confirme, Michel Temer terá de traçar nova estratégia (Foto: Arquivo)

Apenas 5% da população avalia como ótimo ou bom do governo do presidente Michel Temer (PMDB), enquanto 70% o considera ruim ou péssimo e 21%, regular. 3% não responderam. Os dados são da pesquisa Ibope/ Confederação Nacional da Indústria (CNI), realizada após denúncia criminal apresentada pela procuradoria Geral da República (PGR) contra o peemedebista, divulgada nesta quinta-feira (27), e indica o pior nível de popularidade da história de um presidente da República registrado pelo instituto desde 1986.
Esta é a segunda pesquisa Ibope/CNI divulgada neste ano. No último levantamento, de março, Temer aparecia com aprovação de 10% dos entrevistados, enquanto 55% consideravam o governo “ruim/péssimo” e 31%, “regular” – à época, 4% não souberam opinar ou não responderam.
Quanto a maneira de governar, 83% desaprovam a postura o presidente, enquanto 11% aprovam o modus operandi do peemedebista. 5% não responderam. No levantamento divulgado anteriormente, 20% aprovavam; 73% desaprovavam; e 7% não souberam ou não responderam.
 Outro ponto questionado pelo Ibope/CNI foi sobre a confiança dos entrevistados em relação ao presidente. De acordo com a pesquisa divulgada nesta quarta, 10% dos entrevistados disseram confiar em Temer, enquanto 87% afirmaram não confiar; 3% não souberam ou não responderam.
Em comparação ao governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), no qual era vice, 11% dos entrevistados consideram o governo do peemedebista melhor; 35%, igual; 52%, pior; e 2% não souberam ou não responderam. Temer se tornou presidente efetivo, após o impeachment da petista ser aprovado pelo Congresso Nacional em agosto de 2016, desde então a avaliação dele em segue em tendência de queda.
O levantamento do Ibope, encomendado pela CNI, foi realizado entre os dias 13 e 16 de julho e ouviu 2.000 pessoas em 125 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança da pesquisa divulgada nesta quarta, segundo a CNI, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

Por Marcelo Montanini | jul 27, 2017 | Notícias
Blog do Diário (Diário de Pernambuco)
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio