SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

REDE FÁCIL JATAÚBA

REDE FÁCIL JATAÚBA
Toda Loja em até 10x no Cartão Tel. (81) 3746-1412/98275-4999

Pe. REGINALDO MANZOTTI EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

Pe. REGINALDO MANZOTTI EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE
EVANGELIZAR É PRECISO!

TEMPO EM JATAÚBA - PE

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Após audiência que aconteceu nesta sexta-feira continua a polêmica do 'MURO" em Jataúba-PE

Resultado de imagem para muro jataúba

Na manhã desta sexta-feira 21, aconteceu no fórum da cidade de Jataúba uma audiência com intuito de tentar resolver o impasse que vem se arrastando em torno de um terreno localizado no loteamento Bom Jesus destinado à uma praça pública, onde a prefeitura construiu um muro no local onde sai utilizado o espaço como depósito para os veículos do município.

Ao final da audiência que não obteve êxito, o prefeito Antônio de Roque falou a rádio Jataúba FM e disse que a ação é meramente política, por parte de pessoas que tentaram galgar algo e não conseguiu, o prefeito disse que haviam falado que ação era de iniciativa popular, no entanto a população não compareceu pra questionar e só quem apareceu mesmo foram os antigos donos do loteamento.

“Só apareceu lá os donos do loteamento e algumas pessoas do Monte que foram usadas como bucha de canhão, acho que eles querem tomar o terreno de volta, o terreno pertence ao município, desde que assumi a prefeitura o terreno já estava lá nem sei quem foi o prefeito que aprovou, mas, fizemos o muro pra valorizar a área, pois, antes ali era um terreno baldio, e vai servir para que os carros da prefeitura não fiquem no meio da rua”, disse o prefeito.

O prefeito disse que o único acordo que os requerimentos propuseram foi a derrubada do muro, acordo esse que a prefeitura não aceita até por conta dos investimentos que já foram feitos no local, segundo Antônio o jurídico da prefeitura entrará com um mandado de segurança para que o local possa ser utilizado até que seja marcado o julgamento para que a justiça possa decidir o desfecho do processo.


Jota Silva / Agreste No Ar
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio