Promoção Magazine Luiza e Você

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

PROMOÇÃO NOVEMBRO AZUL!


Toda Loja em até *10x no Cartão Tel. (81) 3746-1412/98275-4999

Postagem em destaque

Petrobras reduz preços da gasolina e do diesel a partir desta sexta

TEMPO EM JATAÚBA - PE

quinta-feira, 22 de junho de 2017

EM PERNAMBUCO: Homem é preso por estuprar e engravidar a filha de 12 anos


Um homem de 33 anos foi preso, na noite da última terça-feira (20), no distrito de Jussaral, no município do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, por estuprar e engravidar a própria filha, uma menina de 12 anos. Segundo o delegado Ramon Teixeira, do Grupo de Operações Especiais (GOE), da Polícia Civil de Pernambuco, o homem era foragido da Justiça de Alagoas desde março de 2016.
Ele teria engravidado a filha, que mora em Alagoas, e fugido com o bebê, que tem menos de 1 ano, para Pernambuco. A mãe da criança violentada acompanhou o homem na fuga. O delegado informou que o criminoso debochou dos policiais no momento da prisão. “No momento do cumprimento do mandado, ele estava com uma foice e agiu com um certo desdém. Ele, que negou envolvimento no crime, debochou da investigação policial, mas não reagiu”, comentou Ramon.
O Conselho Tutelar de Jussaral havia recebido uma denúncia de que o bebê estaria desnutrido e seria vítima de maus tratos. Após o levantamento preliminar do conselho tutelar do distrito, a Delegacia Especial dos Crimes Contra a Criança e Adolescente de Maceió foi acionada e constatou que havia um mandado de prisão em aberto contra o homem. O GOE, no entanto, foi acionado e realizou a prisão.
“Ele realizou uma série de estupros e, nesses estupros, aconteceu a gravidez incestuosa”, relatou Ramon Teixeira. O bebê, que foi encontrado com o homem, foi entregue ao Conselho Tutelar de Jussaral. A criança de 12 anos permanece em Alagoas sob os cuidados do conselho tutelar. O homem será encaminhado ao estado de Alagoas. No local, a polícia concluirá as investigações sobre o crime. A companheira do homem também deverá ser investigada.

PE CONECTADO




Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio