Promoção Magazine Luiza e Você

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

PROMOÇÃO NOVEMBRO AZUL!

REDE SKY! APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018

REDE SKY! APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018
APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018 EM FULL-HD

Postagem em destaque

JOVEM FOI ASSASSINADO COM VÁRIOS TIROS, EM POÇÃO-PE

TEMPO EM JATAÚBA - PE

quinta-feira, 1 de junho de 2017

ADOLESCENTE DE 15 ANOS MORRE ELETROCUTADO NA CERCA DA VIZINHA EM ARCOVERDE E A POLÍCIA CIVIL PRENDEU A ACUSADA QUE FOI ENQUADRADA EM HOMICÍDIO



Na manhã desta quarta-feira (31) faleceu vítima de uma descarga elétrica na Rua Herbert de Souza, no bairro Jardim da Serra em Arcoverde, o adolescente Jandson Torres da Silva, de 15 anos, que morava na Rua Cândido Alves Leite, no mesmo bairro. Ele passava próximo a uma cerca de arame farpado e foi eletrocutado.


Ao ir para o local e fazer o levantamento cadavérico a equipe da delegacia local constatou que o menor foi eletrocutado na cerca de Juliana de Lima Costa, de 35 anos, que foi presa por agentes da Delegacia de Arcoverde, tendo em vista a instalação irregular de uma cerca elétrica em sua residência, bem como a eletrificação de arames que rodeavam um terreno sua propriedade, adjacente a residência da autuada, a qual terminou vitimando fatalmente o jovem que sofreu uma descarga elétrica ao se aproximar da cerca.



Segundo explicou o delegado Henrique Paiva, a responsável pela instalação deve responder por homicídio doloso, na modalidade dolo eventual,  tendo em vista que os proprietários assumiram o risco de produzir o evento, ao instalar a rede elétrica naquelas precárias condições,  especialmente depois da morte de dois porcos,  ocorridas após a instalação da cerca e  uma descarga que atingiu uma criança,  sem que a autuada e seu marido tomassem qualquer providência para regularizar a instalação ou retirar a eletrificação. A autuada após as providências necessárias será encaminhada ao Polo de Audiências de Custódia local.



Por Adielson Galvão





Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio