Promoção Magazine Luiza e Você

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

PROMOÇÃO NOVEMBRO AZUL!


Toda Loja em até *10x no Cartão Tel. (81) 3746-1412/98275-4999

TEMPO EM JATAÚBA - PE

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Vereador Jobson Barros faz críticas à administração municipal de Brejo, que gastou quase meio milhão de reais com festas

Resultado de imagem para brejo da madre de deus

Sem crise, o prefeito de Brejo da Madre de Deus, Hilário Paulo, gastou para contratar sem licitação uma série de artistas para shows no período da festa de São Jose de entre os dias 17, 18 e 19 de março de 2017, e festa na Semana Santa no distrito Fazenda Nova, entre os dias 08 e de 12 a 15 de abril, uma fortuna de quase meio milhão de reais. 

O valor total de R$ 456.322,80. (quatrocentos e cinquenta e seis mil, trezentos e vinte dois reais e oitenta centavos).

Confira abaixo os gastos detalhados:

Festa de Brejo da Madre de Deus
Estrutura R$ 60.662,80
Virados do forró R$ 20.000,00
Amigos sertanejos R$ 30.000,00
Gabriel Diniz R$ 70.000,00
Padre Juarez R$ 22.000,00


Festa de Fazenda Nova

Estrutura R$ 33.660,00
Pedrinho Pegação R$ 50.000,00
Forró do Firma R$ 30.000,00
Forró Pegado R$ 40.000,00
Jonas Esticado R$ 70.000,00
Gleydson Henricky R$ 30.000,00
Valor total: R$ 456.322,80

Pelo visto, a crise dos municípios passa longe da prefeitura de Brejo da Madre de Deus.

Para o vereador oposicionista Jobson Barros parte deste valor devia ter sido gasto em segurança, o município passa por uma onda de violência muito grande, em todos os recantos do município a população pede segurança.
Eu sou a favor das festas, sendo que nosso artista seja mais valorizado, cadê a nossa cultural? Os nossos músicos que não estão sendo valorizados? Vamos contratar os nossos músicos e apenas alguns artistas de fora, ouvindo a população, para que possamos economizar o máximo possível. Esse dinheiro poderia está sendo investido em segurança, na saúde, na educação na formação de cidadãos, nas políticas publicas, é muito dinheiro sendo gasto sem necessidade”, criticou Jobson.


ASCOM - Jobson Barros 
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio