SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

REDE FÁCIL JATAÚBA

REDE FÁCIL JATAÚBA
Toda Loja em até 10x no Cartão Tel. (81) 3746-1412/98275-4999

Pe. REGINALDO MANZOTTI EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

Pe. REGINALDO MANZOTTI EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE
EVANGELIZAR É PRECISO!

TEMPO EM JATAÚBA - PE

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Polícia prende 3 homens em operação contra pornografia infantil, em PE

Polícia prendeu suspeitos da prática de pornografia infantil.

Três homens suspeitos de praticar pornografia infantil foram presos em Pernambuco. Com um deles, a polícia apreendeu, na última quarta-feira (17), mais de 10 mil fotos e vídeos mostrando abusos de crianças. As investigações são parte da operação Héstia. Os detalhes da prisão foram anunciados nesta quinta (18), no dia em que o Brasil lembra o combate ao abuso de criança e adolescente. 

Um dos suspeitos tem 62 anos. O nome e imagens dele estão sob sigilo. Ele foi preso na própria casa em Bezerros, no Agreste do Estado, com materiais de mídia digital, como notebooks e tablets, além de uma arma e munição. O suspeito está no presidio de Caruaru, condenado pelo artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

O segundo homem preso foi Sérgio Neris de Oliveira, 48 anos, corretor de seguros e morador de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. Ele foi detido no último dia 11 de maio, com sete arquivos de pedofilia. As investigações mostram que ele movimentou mais de 100 arquivos no período de um mês.

A terceira prisão foi de Carlos Dayllann Oliveira de Morais, ex-estudante de Engenharia da Computação na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e considerado pela polícia como um dos principais criminosos de pedofilia digital no Estado. Ele foi autuado em Maranguape I, em Paulista, na Região Metropolitana, com 10 mil arquivos contendo imagens de adolescentes, crianças e até bebês.
Segundo a polícia, nos últimos dois meses, Carlos manipulou mais de 15 mil arquivos de pedofilia.“Através dos nossos levantamentos e investigações, nós verificamos que ele (Carlos) era o número um, dos investigados, e dos presos até o momento, ele era a pessoa que mais tinha baixado, que mais tinha compartilhado, que estava de posse do maior quantidade de arquivos contendo pornografia infantil”, afirmou o gestor do Departamento de Polícia da criança e do Adolescente (DPCA), Darlson Macedo.

FOLHA PE
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio