SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

REDE FÁCIL JATAÚBA

REDE FÁCIL JATAÚBA
Toda Loja em até 10x no Cartão

FESTA DE SANTA MARIA - S. J. TIGRE-PB

FESTA DE SANTA MARIA - S. J. TIGRE-PB

TEMPO EM JATAÚBA - PE

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Desperdício: 2 mil mochilas escolares do governo de Pernambuco são encontradas em lixo


A secretaria de Educação de Pernambuco investiga dois casos de descarte irregular de mochilas e kits escolares novos, registrados em menos de uma semana, no Recife. Em um vídeo enviado para o WhatsApp da Globo Nordeste é possível ver algumas bolsas ainda dentro de sacos plásticos e caixas de papelão jogadas em uma área nas proximidades da Escola Governador Barbosa Lima Sobrinho, na área central da cidade. Além dessa ocorrência, o governo apura o desperdício de material escolar em uma comunidade de Boa Viagem, na Zona Sul da capital. 

As imagens enviadas para a Globo Nordeste foram gravadas por uma pessoa que preferiu não ser identificada. Ela conta que encontrou as mochilas jogadas no lixo da unidade de ensino na tarde do sábado (20). “Estava na parada de ônibus, quando um senhor muito revoltado apareceu mostrando uma mochila nova na mão. Ele disse que achou as mochilas da rede estadual novas no lixo da escola. Eu não acreditei quando ele falou e continuei sem acreditar naquele absurdo quando fui olhar”, comenta.



Ainda sem entender o motivo do descarte, a telespectadora diz que o material estava empilhado e ensacado como se o pacote nunca tivesse sido aberto. “Não tem lógica para o que vi. Tanta criança por aí sem mochila e material escolar e esses sendo jogados fora ainda sem usar. Estavam tão novos que algumas pessoas que estavam na parada de ônibus comigo resolveram pegar”.

O outro caso aconteceu na Zona Sul do Recife. Na terça-feira (23), moradores da comunidade Entra a Pulso, em Boa Viagem, encontraram o material descartado dentro de uma caçamba de lixo. As mochilas guardavam um kit escolar formado por lápis, caneta, régua, borracha e lapiseira.

Em nota, a pasta garante que não descarta o material escolar no lixo comum nem orienta as escolas a adotar esse procedimento. “A Secretaria de Educação do Estado destaca que está trabalhando na apuração rigorosa do caso das mochilas encontradas na comunidade em Boa Viagem e na Escola Governador Barbosa Lima para saber se houve algum tipo de desvio ou furto deste material de alguma das escolas da Rede que pudesse ocasionar o fato”.

G1/UOL


Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio