Promoção Magazine Luiza e Você

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

REDE SKY! APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018

REDE SKY! APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018
APOIO NA TRANSMISSÃO FESTA DE SÃO SEBASTIÃO 2018 EM FULL-HD

Postagem em destaque

CRIANÇA DE 10 ANOS COMETE SUICÍDIO EM ÁGUAS BELAS-PE

TEMPO EM JATAÚBA - PE

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

MENINA É MORTA PELO PROFESSOR E COLEGAS POR NÃO SABER LER


Uma menina de 10 anos morreu na cidade queniana de Solio depois de ser agredida pelo professor e pelos colegas de turma como castigo por não saber ler em inglês corretamente, informou a imprensa local nesta terça-feira.

Conforme relatos, o docente da escola primária Mukandamia ordenou na quinta-feira passada que os alunos batessem na criança que não lia algumas frases em inglês, castigo que também teve a participação do professor. A garota, que sofreu ferimentos graves, morreu dois dias depois no hospital.

"O professor ordenou aos alunos ensinar a menina a ler, mas ela não conseguia. Então começaram a bater em suas costas", relatou Mary Wanjiku, uma mãe de aluno, ao jornal Daily Nation.

De acordo com alguns estudantes, o professor já tinha agredido à menina antes de determinar a surra. Após ser espancada, a menor disse ao diretor que estava doente e pediu permissão para ir para casa, onde morava com a avó, de 86 anos.

Segundo o jornal, ontem vários pais de alunos decidiram tirar os filhos da escola. O fato foi denunciado na delegacia de Naromoru, onde o oficial Michael Mbaluku informou que está aguardando receber o relatório sobre a causa da morte. Mesmo assim, alguns alunos já foram interrogados, enquanto o professor, que também seria um político, está foragido.

Conforme os responsáveis dos alunos, essa não foi a primeira vez que crianças se queixaram de agressões graves feitas por professores.


Fonte: Wildes de Brito
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio