Promoção Magazine Luiza e Você

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA
1° FEIRÃO DO ANO

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

APOIO: REDE SKY

APOIO: REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

TEMPO EM JATAÚBA - PE

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

PERNAMBUCO É O ÚNICO ESTADO DO NE, ONDE TRÊS MORTES POR ARMA DE FOGO DIMINUIU SEGUNDO MAPA DA VIOLÊNCIA 2014

armas de fogo

Nos próximos dias, o governo do Estado poderá fazer uma pequena comemoração no combate a violência e nos índices dos chamados Crimes Violentos Letais intencionais (CVLI), um neologismo que a Polícia Civil escreveu para designar homicídios. Dos nove estados do Nordeste, Pernambuco é o único onde as mortes se reduziram em 2014.
Dados inéditos do Mapa da Violência de 2016 mostram que os assassinatos cometidos com armas de fogo já representam anualmente 71,7% do total desses crimes no País, com 42,3 mil mortes. O jornal O Estado de S. Paulo teve acesso aos dados e publicou os números na sua edição deste domingo do qual o blog JC Negócios retirou os dados nacionais. O estudo usa dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus), referentes a 2014, os registros mais recentes disponíveis.
A porcentagem é recorde em todo o período em que as estatísticas são registradas, desde 1980. O número representa uma evolução significativa em comparação com aquele período, quando a proporção era de 43,9%, mas está relativamente estável nos últimos dez anos.
A informação que conforta Pernambuco está no fato de quem enquanto nos oito estados nordestinos os números só fizeram crescer, em Pernambuco eles se reduziram 32,2%. Entre os que apresentaram queda, Pernambuco registrou a terceira maior redução.  São Paulo com -57,7% e Rio de Janeiro com -47,8% lideram os índices redução.
A análise compõe o mais tradicional estudo de violência letal do Brasil, elaborado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), que deve ser divulgado em julho. Ela mostra também a consolidação do avanço da criminalidade na Região Nordeste, reforçando uma tendência identificada desde o início da década.
A taxa de homicídios por armas de fogo por 100 mil habitantes na Região é de 32,8, ante 21,2 da média nacional. Na outra ponta, a quantidade na Região Sudeste é de 14 dessas mortes por 100 mil habitantes, taxa que apresentou queda de 41,4% nos últimos dez anos. Apenas em Pernambuco ela é de 27,5 por 100 mil habitantes.
Os números mais dramáticos estão em Alagoas (56,1 homicídios por 100 mil), no Ceará (42,9) e em Sergipe (38,9). Mas situação mais grave está no Rio Grande do Norte. O crescimento ali foi de 379,8% seguido do Maranhão (300,2%) e do Ceará com 268,2% entre 2013 e 2014.
Pernambuco teve redução nas mortes por arma de fogo, mas os seus índices (27,5 por 100 mil habitantes) ainda são dramáticos pois ainda está entre os 10 estados aonde mais se mata em crimes violentos letais intencionais.
De qualquer forma, ele não está entre os 10 aonde mais o homicídio cresceu por arma de fogo. Mas não deixa de ser interessante observar que Pernambuco não está mais entre os 10 aonde houve maior crescimento.
De qualquer forma o Nordeste é a Região que tem maior dramaticidade. Dos 10 estados do Brasil aonde os crimes mais cresceram, oito estão nela . Amazonas e Pará, da Região Norte, completam a lista.
OS NÚMEROS DA VIOLÊNCIA NO BRASIL
Fonte o ESTADO DE S.PAULO

taxa_homicidios_arma_fogo

Do: JC NEWS

Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio