Promoção Magazine Luiza e Você

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA
1° FEIRÃO DO ANO

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

APOIO: REDE SKY

APOIO: REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

TEMPO EM JATAÚBA - PE

terça-feira, 6 de setembro de 2016

DUAS JOVENS DE 19 ANOS, SÃO ENCONTRADAS MORTAS EM PETROLINA




Corpos foram achados pelo tio de uma das
vítimas (Foto: Aracelly Romão / TV Grande Rio)

Duas jovens, de 19 anos, que estavam desaparecidas desde o início da manhã desta segunda-feira (5), foram encontradas mortas. Os corpos foram localizados pelo tio de uma das vítimas, no Distrito Industrial, Zona Oeste de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. A polícia está no local.

De acordo com as informações iniciais da polícia, as duas jovens saíram para trabalhar, por volta das 6h30, mas não chegaram até a empresa. A Polícia Militar (PM) foi comunicada do desaparecimento por familiares por volta das 10h.

DISQUE DENÚNCIA: 181 OU 190


Os corpos foram achados em um matagal, no Distrito Industrial, próximo a uma pista de motocross. As duas jovens estavam nuas, com as mãos amarradas com as próprias roupas que vestiam e apresentavam perfurações no pescoço. A suspeita da polícia é de que elas foram violentadas e em seguida mortas.
Segundo familiares, as duas  meninas trabalhavam como Jovem Aprendiz, em uma empresa na região e todos os dias passavam pelo local onde foram encontradas. Pela manhã, parentes e amigos das jovens utilizaram redes sociais e aplicativos de mensagens para divulgar fotos, pedindo a colaboração de quem tivesse alguma informação.
Corpos foram achados em um local de difícil acesso. (Foto: Reprodução/ TV Grande Rio)Corpos foram achados em um local de difícil acesso
(Foto: Reprodução/ TV Grande Rio)
O empresário Josivan Feitosa Torres, que achou os corpos, falou que o irmão pediu a ajuda dele para procurar a sobrinha.

“Por volta de 8h30, ele me ligou, pedindo pelo amor de Deus, dizendo que a filha dele tinha sumido, não sabia o que tinha acontecido, porque não tinha chegado ao trabalho. Fui até a delegacia, onde se encontrava a irmã da outra menina, fazendo o Boletim de Ocorrência. Depois, me desloquei até o local, aqui no distrito, onde elas costumavam fazer o percurso, tentando encontrar algum vestígio, na esperança de achá-las vivas", contou.
Josivan disse que começou a procurar pelo matagal, onde achou algumas marcas de pneu de carroça e de pegadas. “Procuramos por mais de 30 minutos, eu, mais alguns primos, pessoa da família. Infelizmente chegamos a encontrá-las mortas. De longe, logo reconheci minha sobrinha e minha ação foi ligar para a polícia, para a família e para os parentes, para avisar que tinha acontecido isso com elas", relatou.
  •  
Vítimas foram encontradas amarradas com parte da roupa que vestiam (Foto: Reprodução/ TV Grande Rio)Vítimas foram amarradas com parte da roupa que
vestiam (Foto: Reprodução/ TV Grande Rio)
Investigação
A Polícia Civil confirmou a informação de que a família de uma as vítimas prestou queixa sobre o desaparecimento na manhã desta segunda-feira (5). O delegado seccional de Petrolina, Marceone Ferreira e a delegada Sara Machado, do departamento de homicídios, estiveram no local mas não quiseram gravar entrevista com a imprensa. 



Informações da Taisa Alencar / G1 Petrolina.
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio