Promoção Magazine Luiza e Você

1° LUGAR REFERÊNCIA EM PESQUISA CARIRI EM AÇÃO

1° LUGAR REFERÊNCIA EM PESQUISA CARIRI EM AÇÃO
OBRIGADO JATAÚBA!

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE FÁCIL CONSTRUÇÃO JATAÚBA

REDE SKY

REDE SKY
PARCERIA NOS EVENTOS

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

TEMPO EM JATAÚBA - PE

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

BRASIL TEM 6,5 HOMICÍDIOS POR HORA, APONTA MAPA DA VIOLÊNCIA, TORITAMA E BREJO M DE DEUS, ESTÃO ENTRE AS 10 MAIS VIOLENTAS DE PERNAMBUCO EM HOMICÍDIOS

Em "2014, país teve 57 mil assassinatos registrados".
Alagoas é o estado com mais homicídios de negros.
Em "Pernambuco, Toritama e Brejo da Madre de Deus, estão entre as 10 mais violentas, em HOMICÍDIOS".


Triplo homicídio aconteceu no bairro do Bom Parto (Foto: Suely Melo/G1)
Carro da polícia em frente a local onde ocorreu triplo homicídio aconteceu em Alagos (Foto: Suely Melo/G1)
O Brasil registrou 57 mil homicídios em 2014, de acordo com o estudo “Mapa da Violência 2016, coordenado pelo professor e sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, diretor de pesquisa do Instituto Sangari e coordenador da Área de Estudos sobre Violência da Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais (FLACSO). O dado corresponde a 6,5 assassinatos por hora.
Resultado de imagem para homicídios no brasil
Publicado pela primeira vez em 2005, o levantamento conclui que “ficou evidente o progressivo, sistemático e ininterrupto incremento das taxas de homicídio por arma de fogo”. O estudo avalia dados de mortes causadas por acidente, homicídio, suicídio ou motivo indeterminado causadas com uso de arma de fogo entre 1980 e 2014.
Resultado de imagem para homicídios no brasil

O levantamento usou dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)  do Ministério da Saúde de 2014 para mostrar a evolução da violência em estados e municípios brasileiros.

Resultado de imagem para homicídios no brasil
O estudo aponta uma média nacional de 29 mortes a cada grupo de 100 mil pessoas. A cidade mais violenta do país, naquele ano, foi São Luís, no Maranhão, onde a taxa de homicídio era de 90 para cada 100 mil habitantes.


De acordo com o estudo, Alagoas é o estado mais violento para a população negra. No estado nordestino, a cada 13 vítimas de homicídio, 12 são negras.

Segundo o historiador e presidente da Sociedade Maranhense dos Direitos Humanos, Renato Sérgio de Lima, a chegada de facções criminosas vindas do Sudeste do país é a principal causa do aumento da violência em São Luís, no Maranhão.
Resultado de imagem para homicídios em alagoas
“No período do começo dos anos 2000 até 2014 experimentou-se uma onda de violência relacionada à expansão do crime organizado com uma nova configuração das facções criminosas que se organizaram, em primeiro lugar, dentro do sistema prisional, e também fez conexão com facções nacionais colocando a cidade em uma situação de disputa de territórios.”
Resultado de imagem para homicídios em alagoas

Crescimento nas capitais
Os dados publicados nesta quinta-feira (25) apontam que, em 2014, as capitais com maior número de mortes a cada 100 mil habitantes eram Fortaleza (81,5), Maceió (73,7) e São Luís (67,1). Brasília (26,4) ocupa a 19º posição do ranking da violência.
Resultado de imagem para homicídios no brasil 2016

Em 2004, Recife liderava a lista com 77,8 mortes a cada 100 mil habitantes e era seguida por Vitória (66), Belo Horizonte (58,1), Maceió (51), Rio de Janeiro (44,8) e Porto Velho (37,8). Naquele ano, a capital federal era a 14ª cidade mais violenta do país, com 26,1 mortes.
Resultado de imagem para homicídios em pernambuco 2016
Entre 2004 e 2014, o Distrito Federal registrou aumento de 39,3% no número de homicídios por arma de fogo. No último ano do estudo, a unidade da federação que apresentou maior número de homicídios para cada 100 mil habitantes foi Alagoas, com 56,1.
Resultado de imagem para pacto pela vida pernambuco
De acordo com o estudo, o aumento da violência entre 1980 e 1994 na região sudeste do país se deu por causa do desenvolvimento econômico na região. O crescimento atraiu investimentos, migrações e violência.

Pernambuco é único estado do NE onde mortes por arma de fogo diminuiu segundo Mapa da Violência 2014

armas de fogo
 armas de fogo
Nos próximos dias, o governo do Estado poderá fazer uma pequena comemoração no combate a violência e nos índices dos chamados Crimes Violentos Letais intencionais (CVLI), um neologismo que a Polícia Civil escreveu para designar homicídios. Dos nove estados do Nordeste, Pernambuco é o único onde as mortes se reduziram em 2014.
Dados inéditos do Mapa da Violência de 2016 mostram que os assassinatos cometidos com armas de fogo já representam anualmente 71,7% do total desses crimes no País, com 42,3 mil mortes. O jornal O Estado de S. Paulo teve acesso aos dados e publicou os números na sua edição deste domingo do qual o blog JC Negócios retirou os dados nacionais. O estudo usa dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus), referentes a 2014, os registros mais recentes disponíveis.
Resultado de imagem para pernambuco diminui homicídios
A porcentagem é recorde em todo o período em que as estatísticas são registradas, desde 1980. O número representa uma evolução significativa em comparação com aquele período, quando a proporção era de 43,9%, mas está relativamente estável nos últimos dez anos.
Resultado de imagem para pacto pela vida pernambuco
A informação que conforta Pernambuco está no fato de quem enquanto nos oito estados nordestinos os números só fizeram crescer, em Pernambuco eles se reduziram 32,2%. Entre os que apresentaram queda, Pernambuco registrou a terceira maior redução.  São Paulo com -57,7% e Rio de Janeiro com -47,8% lideram os índices redução.
Mapa da Violência 2016 mostra recorde de homicídios no Brasil
Mapa revela que regiões Nordeste e Norte apresentaram maior crescimento de homicídios entre 2004 e 2014 - Divulgação / IBGE

País ultrapassou a marca de 59,5 mil mortes violentas em 2014

Com Informações: Mapa da Violência, Instituto de Pesquisa Econômica aplicada (IPEA) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FPSP).



Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio