Promoção Magazine Luiza e Você

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

PROMOÇÃO NOVEMBRO AZUL!


Toda Loja em até *10x no Cartão Tel. (81) 3746-1412/98275-4999

TEMPO EM JATAÚBA - PE

terça-feira, 12 de julho de 2016

BRAZÍ: CONHEÇA O GARÇOM DE LULA QUE FICOU MILIONÁRIO E ANDA DE PORSCHE

CARIRI SEM LEI: Mais um assalto é registrado em Sumé; vítima foi ex-vereador

A revelação de que o ex-presidente teria transformado o seu garçom predileto na época de sindicalista, num poderoso agente de coisas ilícitas, é estarrecedora e dão a exata demonstração de que Lula efetivamente não tem limites.Carlos Cortegoso trabalhava no restaurante ‘São Judas Tadeu – Demarchi’ no ABC na década de 80.Virou protegido de Lula e assim foi trabalhar na sede do PT. De protegido, passou a ‘laranja’. De ‘laranja’ transformou-se em empresário de fachada e hoje está com sérios problemas na Justiça, mas está rico, anda de Porsche e movimenta milhões em suas contas bancárias.As empresas ligadas a Carlos Cortegoso estão entre as que mais receberam recursos da campanha de Dilma em 2014.
CARIRI SEM LEI: Mais um assalto é registrado em Sumé; vítima foi ex-vereador
A gráfica Focal, empresa de fachada, recebeu R$ 24 milhões, mas não conseguiu declarar os serviços prestados durante perícia do TSE.No caso investigado pela Operação Custo Brasil, referentes aos empréstimos consignados, envolvendo o ex-ministro Paulo Bernardo e a senadora Gleisi Hoffmann, o ex-garçom também está enrolado e sob investigação. Ele é suspeito de ter recebido R$ 309 mil de propina.Alvo de uma reportagem da revista IstoÉ, Cortegoso foi rapidamente entrevistado, o tom chulo e grosseiro das respostas é assustador.
Transcrevemos abaixo:
Em entrevista à ISTO É, Carlos Cortegoso se recusou a falar sobre as denúncias contra ele e demonstrou irritação:
ISTO É – Como o sr. era garçom do Lula e conseguiu ficar milionário?
Carlos Cortegoso – Tem cara que tem que limpar banheiro cheio de m*, tem cara que dá o c*. E tem cara que tem de criar personagem, tipo o mordomo, garçom. Porque o empresário perdeu a graça.
ISTO É – Mas o sr. não era garçom?
Cortegoso – Falo três idiomas. Fui executivo. É igual a um menino que fez troca-troca com dez anos. Aos 59, ele é gay? Então, eu fui garçom há 41 anos
ISTO É – Em 1998, a Vara de Execuções Fiscais Estaduais de São Paulo decretou a prisão do senhor. Por quê?
Cortegoso – Eu era fiel depositário de um compressor (penhorado pela justiça). Fui lá e paguei. E foi tudo resolvido. Tem duas coisas no Brasil que dão problema: pensão alimentícia e fiel depositário.
Isto É
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio