SEU FUTURO COMEÇA AQUI !

SEU FUTURO COMEÇA AQUI !
Aulas durante a semana e aos sábados!

O MELHOR SÃO JOÃO DO CARIRI PARAIBANO

O MELHOR SÃO JOÃO DO CARIRI PARAIBANO
APOIO: BLOG DO ALBERTO BARBOSA

SÃO JOÃO 2017 - JATAÚBA, PERNAMBUCO

SÃO JOÃO 2017 - JATAÚBA, PERNAMBUCO
APOIO: BLOG DO ALBERTO BARBOSA

TEMPO EM JATAÚBA - PE

quinta-feira, 22 de junho de 2017

TRAGÉDIA: Ônibus da Águia Branca pega fogo e deixa 21 mortos, após acidente na BR-101



Um acidente envolvendo duas ambulâncias, uma carreta e um ônibus deixou 15 mortos e vários feridos no km 343 da BR-101, em Guarapari, no Espírito Santo. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), às 9h18.


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o número de mortos pode ser maior porque as equipes ainda estão no atendimento. O acidente aconteceu por volta das 5h50 desta quinta-feira (22).


A PRF informou que a carreta, que transportava rocha, invadiu a contramão e bateu com um ônibus da Viação Águia Branca, que seguia de São Paulo para Vitória. As duas ambulâncias seguiam atrás do coletivo e também foram atingidas. Os dois veículos pertencem aos municípios de Jerônimo Monteiro e Alfredo Chaves. Testemunhas contaram que, assim que o caminhão bateu no ônibus, o coletivo partiu ao meio e, em seguida, pegou fogo. 


Os passageiros do ônibus receberam os primeiros socorros na rodovia. Alguns foram levados para hospitais da Grande Vitória de helicóptero. Ainda segundo a PRF, a maioria das vítimas teria morrido carbonizada.


Atualizada às 15h15

A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social do Espírito Santo informou, nesta quinta-feira (22), que subiu para 21 o número de mortos no acidente envolvendo um ônibus, uma carreta e duas ambulâncias, na BR-101, rodovia que liga o Rio de Janeiro ao Espírito Santo. A colisão ocorreu por volta das 6h30, na altura do quilômetro 343, na cidade capixaba de Guarapari, a cerca de 50 km de Vitória.


Do total de vítimas, morreram ao menos 13 passageiros que estavam no ônibus e dois motoristas envolvidos no acidente --o da carreta e o de uma ambulância, que pertence à Prefeitura de Jerônimo Monteiro (ES). Pelo menos dez feridos foram socorridos, segundo informações do governo capixaba.

Sete foram atendidos pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), todos em estado grave. Quatro deles foram encaminhados para o Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, na Serra; dois para o hospital São Lucas, em Vitória; e um para o hospital Antônio Bezerra de Faria, em Vila Velha.

Dos feridos levados para a capital pelo Samu, dois foram deslocados com o auxílio de um helicóptero do Notaer (Núcleo de Operações e Transporte Aéreo). Já o Corpo de Bombeiros informou ter socorrido outras três pessoas, que foram levadas para o Pronto Atendimento de Guarapari e para o hospital São Lucas. Não há informações quanto ao estado de saúde delas.

Proprietária de uma das ambulâncias, a Prefeitura de Jerônimo Monteiro informou que o veículo, um Doblô, era usado para deslocamento de pacientes da cidade até Vitória, onde eles passariam por exames especializados. O condutor morreu no local. Ele foi identificado como Alisinaldo Zampili Vargas, 36, e trabalhava há seis anos como motorista da prefeitura. Os outros ocupantes sobreviveram e estão bem.

 Vídeo abaixo:


Do G1- UOL -
Fotos WhatsApp:Alberto Barbosa
BLOG DO ALBERTO BARBOSA




Compartilhar:

EM PERNAMBUCO: Homem é preso por estuprar e engravidar a filha de 12 anos


Um homem de 33 anos foi preso, na noite da última terça-feira (20), no distrito de Jussaral, no município do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, por estuprar e engravidar a própria filha, uma menina de 12 anos. Segundo o delegado Ramon Teixeira, do Grupo de Operações Especiais (GOE), da Polícia Civil de Pernambuco, o homem era foragido da Justiça de Alagoas desde março de 2016.
Ele teria engravidado a filha, que mora em Alagoas, e fugido com o bebê, que tem menos de 1 ano, para Pernambuco. A mãe da criança violentada acompanhou o homem na fuga. O delegado informou que o criminoso debochou dos policiais no momento da prisão. “No momento do cumprimento do mandado, ele estava com uma foice e agiu com um certo desdém. Ele, que negou envolvimento no crime, debochou da investigação policial, mas não reagiu”, comentou Ramon.
O Conselho Tutelar de Jussaral havia recebido uma denúncia de que o bebê estaria desnutrido e seria vítima de maus tratos. Após o levantamento preliminar do conselho tutelar do distrito, a Delegacia Especial dos Crimes Contra a Criança e Adolescente de Maceió foi acionada e constatou que havia um mandado de prisão em aberto contra o homem. O GOE, no entanto, foi acionado e realizou a prisão.
“Ele realizou uma série de estupros e, nesses estupros, aconteceu a gravidez incestuosa”, relatou Ramon Teixeira. O bebê, que foi encontrado com o homem, foi entregue ao Conselho Tutelar de Jussaral. A criança de 12 anos permanece em Alagoas sob os cuidados do conselho tutelar. O homem será encaminhado ao estado de Alagoas. No local, a polícia concluirá as investigações sobre o crime. A companheira do homem também deverá ser investigada.

PE CONECTADO




Compartilhar:

EM MONTEIRO: POLÍCIA MILITAR PRENDE HOMEM COM DROGAS E REVÓLVER


Prisão em flagrante por volta das  22h dessa quabrta-feira 21, pelo efetivo do 11o BPM (Monteiro-PB).

Guarnição PMPB estava na entrada do município de Monteiro-PB ao visualizar um indivíduo em atitude suspeita início perseguição pela BR-412 e, na altura do km 143, foi realizada uma busca minuciosa no suspeito, resultado:



Prisão em Flagrante de J.E.A. e apreeensão de 01 kg de Crack em tablet, 01 Revólver Taurus Calibre 38 e 12 (doze) munições intactas, que estavam em uma mochila de costas e na sua cintura, respectivamente.

Informações: Polícia Militar PB.





Compartilhar:

quarta-feira, 21 de junho de 2017

RADIALISTA/BLOGUEIRO É AGREDIDO NA PORTA DE CASA POR HOMENS ARMADOS


O radialista e blogueiro alagoano, Cláudio André Santos, foi agredido a chicotadas e com uma coronhada por dois homens armados na porta de sua residência, localizada na cidade de  Bom Conselho, em Pernambuco, onde tem uma rádio comunitária. A agressão ocorreu nesta quarta-feira (21).



Cláudio André, natural de Olho D'Água das Flores, conta que estava saindo de casa, por volta das 6h da manhã para ir trabalhar, quando foi abordado por dois homens armados na porta de sua residência. Os homens o obrigaram a entrar na garagem da casa, onde estava seu veículo. A princípio, eles haviam anunciado um assalto. 

"Inicialmente eu pensei que seria um assalto, porque um dos homens estava com uma arma apontada e disse 'perdeu, perdeu', ao mesmo tempo em que me empurrava para dentro da garagem, justamente na hora em que eu iria tirar o carro", conta o comunicador de 41 anos, que é radialista há 25 anos e há oito trabalha como blogueiro.


Ele relata que reagiu às investidas da dupla criminosa, ao perceber que um deles estava com um chicote. Ele tentava se proteger de um dos homens que o agredia, quando o outro deu uma coronhada em sua cabeça. Cláudio André afirma que os bandidos não levaram nenhum objeto que estava com ele, o que inclui um tablet, um celular e o seu veículo. 

Para o radialista, a agressão pode ter ocorrido devido à sua profissão de comunicador. Ele registrou um Boletim de Ocorrência (BO), em uma delegacia de Bom Conselho. 

7 SEGUNDOS
Blog do Alberto Barbosa 



Compartilhar:

Jovem morre após coice violento nos testículos; Ele tentou fazer sexo com jumenta



Um jovem de 20 anos, que residia na cidade de Patos, no Sertão da Paraíba morreu ao receber um coice ao tentar fazer sexo com uma jumenta.

O coice do animal atingiu os testículos e ele teve morte quase que imediata. Conforme a polícia local, o fato aconteceu por trás da Igreja Santo Expedito, no bairro Dona Melindra.


O corpo do jovem foi encontrado por populares. Ele estava sem camisa e com as calças abaixadas até o joelho, enquanto a jumenta estava amarrada ao seu lado.
A polícia foi acionada e ouviu algumas testemunhas. Elas disseram que o jovem era acostumado a fazer sexo com o animal, cujo nome é ´Mimosa´.
A polícia acredita que o animal foi amarrado durante a madrugada, mas no momento do sexo desferiu o coice fatal no homem.
Seu corpo foi encaminhado para a Unidade de Medicina Legal de Patos.


Com Diário do Sertão
Compartilhar:

Batida na traseira. Por Gleydson Mendes



Quem nunca ouviu a famosa frase: “aquele que bate na traseira é sempre o culpado!”. Seria essa uma verdade absoluta?

De início podemos dizer que essa afirmação é equivocada, pois não se pode apontar de modo intuitivo a responsabilidade de determinado condutor em caso de acidente, isso depende muito da análise do caso concreto.

Na maioria das vezes quem colide na traseira de outro veículo será considerado o culpado, pois se presume naturalmente sua responsabilidade pela inobservância do dever de cuidado, entretanto, trata-se de presunção relativa, pois existem exceções.

O art. 29, inciso II, do Código de Trânsito Brasileiro determina: “o condutor deverá guardar distância de segurança lateral e frontal entre o seu e os demais veículos, bem como em relação ao bordo da pista, considerando-se, no momento, a velocidade e as condições do local, da circulação, do veículo e as condições climáticas”.

Por essa razão, o que se espera dos condutores é que mantenham uma distância segura em relação ao veículo da frente. No entanto, é perfeitamente possível identificar erros cometidos pelos condutores que sofreram a colisão, quando deixam de seguir as normas de circulação previstas no Capítulo III do CTB. Nesses casos, a responsabilidade pode recair sobre estes condutores e não mais naquele que bateu atrás.

Contudo, considerando o disposto no art. 29, inciso II, do CTB (citado acima), há a presunção relativa de culpa daquele que se choca com a traseira do veículo de outrem. Nesse sentido, é oportuna a transcrição de um trecho da ementa de uma decisão do STJ: “culpado, em linha de princípio, é o motorista que colide por trás, invertendo-se, em razão disso, o onus probandi, cabendo a ele a prova de desoneração de sua culpa” (STJ, AgRg 2003/0050745-5 no REsp 535627 / MG, Rel. Min. ARI PARGENDLER, D.J. 27/05/2008).

Justamente pelo fato de que o condutor que colide na traseira é presumidamente o causador o acidente, cabe a ele fazer prova em contrário de fato extraordinário ocorrido, como por exemplo, mudança de faixa sem a devida sinalização (art. 35 do CTB), freada repentina sem que haja motivo de segurança (art. 42 do CTB) etc.

Acerca do tema, o ilustre Arnaldo Rizzardo, preciso como sempre, em seu livro “A Reparação nos Acidentes de Trânsito” (2014, p. 334) explica: “Situação essa que ocorre com frequência principalmente nos grandes centros, quando os motoristas desenvolvem velocidade inapropriada, e são obrigados a constantes paradas em face do movimento de pedestres e da convulsão do trânsito, exigindo-se dos condutores redobrados cuidados. E quem para o seu veículo repentinamente, de inopino, no meio da pista, não pode pretender se beneficiar da presunção de quem abalroa por trás é culpado. A presunção não é absoluta, cedendo diante da comprovada imprudência do condutor que vai à frente, como, aliás, reconhece a jurisprudência (...)”.

Nesse sentido, é possível encontrar decisões judiciais com diferentes desfechos a depender da situação. Vejamos a seguir algumas possibilidades.

Diante do exposto, a presunção de culpa existe em desfavor do condutor que bate na traseira do veículo, devendo este provar o contrário a fim de que possa afastar sua responsabilidade. Não sendo exitosa, mantém-se a conclusão inicial.

Em alguns casos, o condutor do veículo que sofreu a colisão também contribuiu para que ela acontecesse, como na hipótese de uma freada brusca, capaz de surpreender o veículo que o segue. A depender do conjunto probatório, a decisão pode ser a de culpa concorrente, pois ambos deram causa para o acidente.

Existem situações em que o condutor muda repentinamente de faixa, sem indicar seu propósito de forma clara e com a devida antecedência, por meio da luz indicadora de direção de seu veículo, ou fazendo gesto convencional de braço, conforme preceitua o CTB. Em circunstâncias como essa, restando provado o erro do condutor do veículo da frente, é possível afastar a responsabilidade daquele que colidiu na traseira do veículo. Por esse motivo não se pode admitir a culpa absoluta e inequívoca, assim como foi apresentado no início do texto, é algo relativo e que depende de análise do caso concreto.

Temos ainda uma hipótese não muito rara de acontecer, chamada de “teoria do corpo neutro”. A questão é a seguinte: um veículo colide em outro que por consequência bate no da frente, e agora? Também depende de provas para que fique claro que o veículo foi projetado à frente por colisão provocada por terceiro. Diante da ausência de culpa devidamente comprovada, é possível responsabilizar diretamente aquele que provocou o engavetamento.

É importante frisar que o causador do acidente tem o dever legal de reparar o dano, como se observa no art. 927 do Código Civil: “Aquele que, por ato ilícito (arts. 186 e 187), causar dano a outrem, fica obrigado a repará-lo”. Para tanto, é necessário ajuizar ação e apresentar as provas suficientes que sustentem a alegação.

Por fim, devemos ser cautelosos com esse tipo de afirmação, pois como demonstrado acima, existem exceções para os casos de colisão na traseira de outro veículo, com possibilidades e interpretações diversas aplicáveis a cada caso.

GLEYDSON MENDES – Bacharel em Direito. Professor de Legislação de Trânsito. Coautor do livro “Curso de Legislação de Trânsito”. Criador e colaborador do site Sala de Trânsito.

(www.saladetransito.com)


Motiva Agreste
Blog do Alberto Barbosa 
Compartilhar:

Homem é preso por balançar o filho de uma janela no 15º andar


Um tribunal da Argélia condenou um homem a dois anos de prisão por balançar um bebê do lado de fora de uma janela para atrair "likes" no Facebook.

Segundo informações do site de notícias Al Arabiya, ele havia publicado uma foto de si mesmo segurando o bebê, que seria seu parente, no 15º andar de um prédio, com a legenda: "1,000 likes ou vou largá-lo". Diversos usuários da rede exigiram sua prisão por abuso infantil.

O homem, que não teve seu nome divulgado, foi considerado culpado por colocar em perigo a segurança do bebê, informou a polícia.

O homem negou que tivesse colocado a vida da criança em risco, afirmando que a imagem tinha sido alterada por usuários de redes sociais. "A foto foi tirada numa varanda com grades de proteção. Estas foram removidas", disse ele.

O pai da criança pediu ao tribunal que perdoasse o homem, alegando que ele estava apenas brincando. O juiz, no entanto, decidiu pela prisão, por entender que a imagem era clara e a vida da criança estava em perigo.

Fonte: Wildes de Brito
Compartilhar:
Proxima  → Inicio